Não vale bater no ceguinho e duas oportunidades diferentes

Olá,

Devo dizer que eu vinha todo lampeiro para bater no ceguinho, que é como quem diz, na ineficiência do mercado de ações nacional e na falta de conhecimento e visão do público em geral (abençoadas por gerarem tantas oportunidades óbvias). Ontem à noite anotei mentalmente o título da análise “Porquê que a Benfica SAD não sobe?” e os tópicos, só que, vai-se a ver e esta manhã a Benfica SAD abriu a subir mais de 8%…

…pelo que vou aproveitar para falar de duas oportunidades diferentes. São diferentes porque são duas ações Europeias que não são cotadas na Euronext e porque os caminhos pelos quais lhes cheguei não foram os habituais.

  • 1ª Oportunidade: Easyjet

O meu cunhado, que já foi comissário de bordo na Ryanair, há uns dois anos trocou para a Easyjet e tem andado bastante mais satisfeito com o seu trabalho, que basicamente é andar de avião pela Europa a servir e a tentar vender produtos aos passageiros. No outro dia ele disse-me que a empresa iria proporcionar-lhe um plano de poupança em ações, que tinha a ver com investir mensalmente em ações da própria Easyjet. Disse-lhe que iria analisar a situação, mas passei só os olhos pelos fundamentais e gostei de que vi.

Já o meu sogro, que toda a vida trabalhou na Unilever, sempre lhe deram esses planos de compra de ações, mas só em dois anos é que ele comprou mesmo e vendeu logo as ações. No outro dia perguntei-lhe, “oh Carlos, e se tivesse comprado ações da Unilever todos os anos – ainda por cima com desconto – e as tivesse mantido até hoje?” Ele respondeu: “era milionário!”

Efetivamente, ele trabalhou lá mais de 40 anos… eu só tenho o gráfico desde 1985, mas desde então a cotação da Unilever multiplicou-se por 22:

Voltando ao meu cunhado e à Easyjet, ele disse que o plano proposto lhe permitia comprar, mensalmente, entre 6 € e 407 € em ações da Easyjet, à cotação de £8,02 por ação, durante três anos e que no final ele tinha a opção de ficar com as ações ou ser-lhe-ia devolvido todo o dinheiro. Ou seja, é uma opção de compra de ações da Easyjet a £8,02… se daqui por três anos estiver acima desse valor, ele exerce a opção de compra e ganha automaticamente. Se estiver abaixo, não exerce e fica com o dinheiro que andou a poupar.

Claro que nesta situação, tendo em conta de que se trata de uma empresa com um Valor de Mercado de 4 B€ e 1,5 B€ em Cash, nem vale a pena analisar muito, é go for it, pois existe um potencial de ganho relativamente elevado praticamente sem risco. Neste momento as ações da Easyjet estão a £9,1 e aqui está o gráfico de longo prazo:

Nota: na London Stock Exchance as ações estão cotadas em pence, e 100 pence é igual a uma pound sterling (£) ou Libra. Ou seja, quando se vê 910.2 no gráfico, são £9,102 por ação. 

Está numa zona de suporte de longo prazo, pelo que o timing parece bom.

Só que o meu cunhado só tem 31 anos, comprou recentemente uma casa e é um bon vivant, pelo que só ia investir uns 100 € por mês, abrindo a porta à entrada no negócio da irmã (a minha mulher Catarina) e o tio Jorge, que também tem gosto pelas ações, embora se sinta mais seguro a comprar terrenos florestais por trás do sol posto em leilões das Finanças.

Então fizemos assim, ele assinou o plano de ações, investindo o máximo, sendo que ele põe 107 € por mês, eu e a Cat pomos 150 € por mês e o tio Jorge 150 € por mês.

Nota: a Catarina leu o artigo e informou-me que afinal o que ficou acordado foi que cada parte investia um terço, ou seja, 135,67 €/mês

Eu é que fiz pressão para ele avançar mesmo, porque ontem estive a ver com mais atenção as tendências fundamentais da Easyjet e realmente são muito apetitosas, repare-se, nos últimos cinco anos as Vendas aumentaram dos £4 258 M para os £5 898 M. A empresa foi lucrativa todos os anos, lucrando £6,28 por ação entre 2013 e 2018, ou £1,256 por ano, em média. Só que, provavelmente devido à concorrência feroz de outras airlines, o Lucro por Ação não aumentou na mesma proporção das Vendas, manteve-se mais ou menos, e por isso mesmo a ação não subiu nos últimos anos. Para 2022 os analistas que seguem a Easyjet esperam um Lucro por Ação de £1,2652, portanto, se estas estimativas se verificarem e na altura o PER andar pelos 15 a cotação será de £18,978, cerca do dobro do que está agora.

Devo referir que o nosso investimento tem as “costas quentes”, pois entramos logo com um desconto de 11,9% e ainda por cima é apenas uma opção de compra… se as ações descerem, não a exercemos. Seria bastante diferente se fossemos mesmo comprar as ações na LSE.

De qualquer forma, gostei do que vi e, caso tivesse um TOP Outras, provavelmente colocaria lá a Easyjet.

  • 2ª Oportunidade: Adidas

Esta então é mesmo à Peter Lynch, pois ainda não vi nada sobre a Adidas. Não abri a Reuters com os dados fundamentais, nem o gráfico do Metastock. A história é a seguinte: o meu filho mais velho tem a mania dos ténis, lê os artigos todos sobre ténis e anda nos leilões de edições especiais de ténis… agora que penso nisso, ele está sempre a falar-me de uma empresa que organiza esses leilões na internet, como é que se chama? Já sei, o site chama-se StockX e a empresa não parece ser cotada, ainda que em três anos já valha um billion!

Ele olhava para mim, sempre a queixar-me das costas e a andar com ténis rotos (só depois de os usar pelo menos um ano e estarem rotos é que começam a ser confortáveis) e estava sempre a dizer “tens de comprar uns ténis novos”. Eu comprava, sempre dos mais baratos, mas só os usava duas ou três vezes e voltava aos rotos… cheguei a comprar uns da Nike, que me custaram uns 100 € e usava-os (apenas porque foram tão caros), mas continuei a queixar-me. O meu filho disse-me “pai, porquê que compraste esses Jordan, não são nada apropriados para o teu caso”. – “O meu caso?”, disse eu. Então ele levou-me a uma loja da Adidas no LeiriaShopping para experimentar uns Adidas Ultra Boost…

…e realmente senti-me nas nuvens com aqueles ténis, mas não tive coragem de os comprar, pois custavam 179 €!

Continuei com os Nike a queixar-me até que finalmente cedi e lá fui comprar os Adidas Ultra Boost… andei sempre com eles durante uns meses, até que tinham de ser lavados e eu fiquei tipo desolado, por ter de calçar outra coisa. Então o meu filho encomendou outro par de Adidas Ultra Boost, de outra cor, de um site alemão qualquer, que foram mais baratos… mesmo assim penso que custaram uns 149 €.

Os ténis são tão bons, tão confortáveis, tão fáceis de calçar e descalçar (não é preciso atar e desatar os atacadores, pois são elásticos) que eu decidi que durante o resto da minha vida iria usar sempre Adidas Ultra Boost (o meu sogro fez o mesmo com os Adidas Stan Smith, mas diz que os modelos atuais não são tão bons).

E foi isto que me trouxe às ações da Adidas. Será que são um bom investimento? Vou só dar umas pinceladas, depois se for caso disso posso aprofundar…

O Valor de Mercado está nos 51 944 M€, é uma large cap, portanto. É interessante que os maiores acionistas, com 8,1% do capital, são a Família Belga Frères e a Família Canadense Desmarais, como se pode ler neste artigo. Em 2013 as Vendas foram de 14 203 M€ e em 2018 de 21 915 M€ (!). Tem comprado ações próprias ano após ano e o Lucro por Ação, que foi de 2,35 € em 2013, espera-se que seja de 9,79 € em 2019, ou seja, em seis anos o Lucro mais do que quadruplicou! Como disse ainda não vi o gráfico da Adidas, mas com estas tendências fundamentais tenho a certeza de que exibirá uma tendência ascendente de longo prazo. Vamos ver…

Pois, só podia, o que é bom é bom e o que é bom… vai valorizando.

Malandra está com um PER19 de 26,6… o que é bom também costuma ser caro, a não ser quando os investidores se preocupam com a macroeconomia e vendem ao desbarato. Aí o bom pode ser comprado barato.

Vejamos só mais o Balanço… 3,2 B€ em Cash, 1,7 B€ de Dívida Total e um Equity de 6,9 B€. O Balanço é saudável, mas não era por ali que se poderia justificar o Valor de Mercado de 52 B€.

Enfim, as ações estão como os ténis, à primeira vista eram muito confortáveis, mas o preço assustava. Será que daqui a uns tempos vou ceder à qualidade e potência das tendências fundamentais da Adidas e investir na ação?

Não sei, mas se fizer isso, comunico a atitude e as razões.

Conclusão

Na Europa há muitas empresas de qualidade, muitas delas fora da Euronext. Tenho limitado o meu espaço de atuação, mas quando são as oportunidades vêm ter comigo, o melhor é escrever sobre elas. 

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do BorjaOnStocks. 

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. 

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site BorjaOnStocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Deixe uma resposta

Pesquisar

E-books GRÁTIS

SIGA-nos

JUNTE-SE AO NOSSO Grupo NO Facebook

Subscreva a nossa Newsletter

Receba todas as noticias e novidades do Borja On Stocks no seu email. 

Close Menu
×
×

Cart

Subscreva a Newsletter

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.

Receba o E-Book no seu email

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.