Impacto do novo imposto extraordinário sobre o Caixabank e o Santander

Bom dia caros Subscritores,

Ontem o primeiro-ministro espanhol, Pedro Sanchez, num discurso no parlamento sobre o estado da nação, anunciou novos impostos, segundo ele “extraordinários” e “temporários”, em vigor nos anos de 2023 e 2024. O total destes impostos nos dois anos será de 7 B€, ou seja, 3,5 B€ por ano.

O PIB espanhol ronda os 1.200 B€ por ano, pelo que os novos impostos representam cerca de 0,29% do PIB.

Os 3,5 B€ por ano incidem sobre dois setores específicos: o da energia é taxado em 2 B€ e o bancário em 1,5 B€.

No TOP10 Madrid temos dois bancos, o Caixabank e o Santander, que ontem caíram em reação à notícia, respetivamente, 8,6% e 3,7%.

Segundo os analistas, bancos como o Santander e o BBVA desvalorizaram menos que a indústria porque têm grandes operações internacionais, enquanto que bancos como o Caixabank e o Sabadell, por exemplo, caíram mais porque estão mais focados em Espanha.

O PM não forneceu detalhes sobre como irá ser aplicado o imposto, mas em princípio terá em conta a dimensão de cada banco… não sei se por ativos, por depósitos, por capitalização bolsista, etc. Como há uma correlação positiva entre estes indicadores, vou utilizar o mais simples, o da capitalização bolsista, e considerar apenas os bancos cotados na Bolsa de Madrid, que são naturalmente os maiores:

Impacto do novo imposto extraordinário sobre o Caixabank e o Santander 1 - Borja On Stocks

Os analistas que seguem estes bancos ainda não reviram as suas estimativas para 2023 e 2024, possivelmente porque ainda não tiveram tempo, ou porque os detalhes escasseiam.

Em relação ao Caixabank, as estimativas eram as seguintes:

Impacto do novo imposto extraordinário sobre o Caixabank e o Santander 2 - Borja On Stocks

Era esperado um lucro de 2.915 M€ em 2023 e de 3.414 M€ em 2024, pelo que o imposto adicional de 327,2 M€ (enfim, é a estimativa que calculei na tabela acima), irá cortar os lucros de 2023 em 11,2% e os de 2024 em 9,6%.

Para o Santander, as estimativas eram as seguintes:

Impacto do novo imposto extraordinário sobre o Caixabank e o Santander 3 - Borja On Stocks

Lucro de 8.855 M€ em 2023 e de 9.415 M€ em 2024, pelo que o imposto extra anual de 623,4 M€ deverá cortar 7% ao lucro de 2023 e 6,6% ao de 2024.

Estes cálculos são, evidentemente, grosseiros, mas penso que não deverão andar muito longe da realidade… a grande questão – mas essa é outra questão – é se aquelas estimativas de lucro se irão mesmo cumprir!

Há quem no Fórum se queixe dos “socialistas”, mas devo lembrar as sábias palavras de um dos grandes impulsionadores do BoS, o meu amigo Fernando Silva, que faleceu aos 80 anos, após 55 anos de investimentos em ações:

César, mantenha o BoS completamente afastado da política

Eu por vezes também tenho tendência para expressar as minhas opiniões políticas pessoais, mas realmente não devo, porque há Subscritores do BoS de todos os quadrantes políticos e não devemos ferir suscetibilidades de forma desnecessária.

Já há tanta gente focada na política que não fará mal haver uma iniciativa apolítica, que se dedique exclusivamente à análise aos fundamentais das empresas. É claro que a política influencia esses fundamentais, mas não tanto quanto isso… as boas empresas acabam por prosperar em qualquer ambiente político e as más, mais cedo ou mais tarde, definham qualquer que seja o partido que esteja no governo.

O Jim Rohn, “filósofo” americano do desenvolvimento pessoal, também já falecido, a certa altura numa palestra contou uma piada:

“In the first six years of my economic life I wound up broke. In the next six years I became a millionaire.”

“Well, you say, the Democrats must have got into power!” 😄

“No, no, it wasn’t a political change.”

“I changed.”

Por mim os governos podem taxar os bancos o que quiserem, desde que seja de forma moderada (parece ser o caso), que em princípio os bancos arranjarão maneira de acomodar esses aumentos de impostos. Parece-me óbvio que quem irá efetivamente pagar estes impostos serão os clientes dos bancos, que são praticamente todos os adultos que respiram, através de aumentos de taxas e comissões.

Também espero que, ao estilo da máfia, o Estado faça as suas cobranças mas em contrapartida providencie proteção contra a potencial entrada das gigantes tecnológicas no setor bancário.

Ao que parece os reguladores, de todo o mundo, têm estado bastante ativos a impedir essa concorrência das empresas tecnológicas, porque para se ser um banco é preciso ter uma licença bancária, que não tem sido, que não se espera que seja, concedida a essas empresas tecnológicas, efetivamente protegendo e perpetuando ad aeternum o setor bancário tradicional.

Conclusão

O Caixabank e o Santander mantém-se no TOP10 Madrid e os respetivos PAQVHs, que são mais a longo prazo do que 2024, mantém-se inalterados, o do Caixabank nos 4,92 € e o do Santander nos… ainda não está definido, fiquei de fazer isso na análise aos resultados do 1º semestre, que serão divulgados no dia 28 de julho. 

Impacto do novo imposto extraordinário sobre o Caixabank e o Santander 4 - Borja On Stocks

Impacto do novo imposto extraordinário sobre o Caixabank e o Santander 5 - Borja On Stocks

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Outras análises à mesma empresa

Artigos Relacionados

ANÁLISES MAIS RECENTES

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão