Heijmans com potencial de subida de 100% em 2023!

A Heijmans é uma construtora holandesa que já foi analisada por 18 vezes no BoS e que está no TOP10 Amesterdão desde 21 de fevereiro de 2020, ou seja, há quase três anos.

Nestes três anos valorizou 55,2% e pagou 1,61 € por ação em dividendos, mas continua a estar profundamente subavaliada.

Por exemplo, nos resultados do ano de 2022 apresentados esta manhã, vemos que obteve um EPS de 2,56 €, a aumentar 14,3%..

…pelo que à cotação atual de 12,32 €…

…o PER é de apenas 4,8.

Tendo em conta o n.º de ações emitidas nos 23,6 milhões o valor de mercado está nos 291 M€.

Apesar de ser um negócio capital e trabalho intensivo, a Heijmans tem um balanço saudável, com 151 M€ em net cash, o que dá 6,4 € por ação. Este balanço permite-lhe ser generosa nos dividendos, tendo pago 0,73 € por ação em 2021, 0,88 € por ação em 2022 e agora vai pagar 1,01 € por ação, o que dá um dividend yield de 8,2%.

Este dividendo pode ser recebido em dinheiro ou ações (este ano acho que vou procurar receber em ações, é possível que o tratamento fiscal seja melhor) e a data ex-dividendo é 5 de abril:

Naturalmente o comunicado com os resultados de 2022 é longo, mas retirei as seguintes notas que considero mais relevantes:

  • O CEO disse que a decisão do Conselho de Estado no início de novembro de 2022, que excluiu a indústria da construção da lista de atividades isentas relativamente à questão do nitrogénio (explorada na última análise), é uma dificuldade, mas que a Heijmans já esperava e estava preparada. Aparentemente a decisão implica que se façam medições contínuas da qualidade do ar nas áreas de construção e que sejam comunicadas aos órgãos competentes, para que possam ir monitorizando a qualidade do ar. Se certos níveis forem ultrapassados, as obras podem ser interrompidas até que a qualidade do ar seja reposta. O CEO diz que já estavam a fazer essas medições em praticamente todas as obras e que têm vindo a utilizar cada vez mais material de construção elétrico, para cumprir as regras. Atualmente a Heijmans tem 20% de material de construção elétrico e vai continuar a investir para aumentar essa percentagem;
  • A carteira de obras contratadas aumentou 14,4% para 2.358 M€, devido exclusivamente ao aumento no segmento Infra (Infraestruturas), que pela primeira vez na história da Heijmans (faz 100 anos este ano) ultrapassou os 1.000 M€:

Neste segmento houve um efeito extraordinário favorável, que teve a ver com a reversão de uma provisão relacionada com o projeto Wintrack que foi abordada na análise aos resultados de 2021.

  • A Heijmans tinha ainda algumas ações preferenciais relacionadas com um financiamento antigo, mas neste ano de 2022 recomprou-as e cancelou-as todas:

É menos uma pedra no sapato da Heijmans.

  • A Heijmans teve um lucro líquido de 60 M€ em 2022, mas este valor contém dois fatores extraordinários favoráveis:

A – Ainda tinha créditos fiscais no valor de 19 M, que utilizou em 2022, reduzindo o IRC a pagar em 5 M€. Sem este efeito o lucro teria sido de 55 M€, próximo à estimativa dos analistas:

B – A reversão da provisão da Wintrack foi de 19 M€, o que contribuiu com cerca de 15,5 M€ para o resultado líquido e sem essa reversão o lucro de 2022 teria sido de cerca de 40 M€.

  • Em 2022 o Underlying EBITDA foi de 126 M€ e o CEO diz que em 2023 vai ser semelhante, porém excluindo o efeito da reversão da provisão para a Wintrack:

We expect the underlying EBITDA for Heijmans as a whole in 2023 to be at a similar level as in 2022 (excluding the Wintrack II provision).

Isto significa que o EBITDA deverá ser de uns 107 M€, significativamente acima da estimativa dos analistas, que aponta para 89,5 M€. Se as depreciações e amortizações forem os 36 M€ esperados, os juros suportados os cerca de 3 M€ e a taxa de imposto for 25% (a subir dos 18,5% de 2022), o lucro líquido será de uns 51 M€, cerca de 10 M€ acima das estimativas.

51 M€ é menos do que os 60 M€ de 2022, mas se fizermos uma comparação sem efeitos extraordinários, será uma subida de cerca de 27,5%, de cerca de 40 M€ para cerca de 51 M€, o que dá 2,16 € por ação e coloca o PER23 nos 5,7.

Penso que a única explicação para a subavaliação da Heijmans tem a ver com a tal questão do nitrogénio, que está sempre nas notícias… e provavelmente já muita gente sabia que o poder político iria retirar aquela isenção da indústria da construção, pelo que houve um fenómeno de vender o rumor.

Agora que a notícia já saiu e que a Heijmans tomou as precauções necessárias não parece haver justificação para os múltiplos de valorização continuarem tão contraídos.

Penso que existem condições ótimas para o PER da Heijmans duplicar ao longo de 2023, o que daria uma valorização de 100% no valor das ações.

Conclusão

A Heijmans mantém-se no TOP10 Amesterdão e o PAQVH mantém-se nos 27,5 €.

Picture of <a href="https://www.linkedin.com/in/cesar-borja/" target="_blank" rel="noopener">César Borja</a>

Licenciado em Economia pelo ISEG e investidor particular em ações desde 1998.
Concluiu a Pós-Graduação em Análise Financeira no ISEG, tendo obtido a certificação CEFA. Também passou no exame CFA Level I.  

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Artigos Relacionados

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão