Análise à EDP Renováveis

1. Introdução

Estou no processo de analisar (novamente) todas as ações do PSI20, tendo já passado pela Jerónimo Martins e pela Galp Energia:

Agora é a vez da EDP Renováveis, que é somente a 3ª ação mais pesada do PSI20, com 11,92%, apesar de ser a que tem a capitalização bolsista mais elevada. Isto acontece porque o PSI20 também leva em linha de conta o free float, que no caso da EDP Renováveis é reduzido, pois a EDP tem 75% do capital.

Já no caso do índice PSI All Share (o antigo BVL Geral), que só considera a capitalização bolsista, a EDP Renováveis é naturalmente a ação mais pesada, com 27,55%:

Análise à EDP Renováveis 1 - Borja On Stocks

2. Apresentação
2.1. Descrição da Empresa

A EDP Renováveis, abreviadamente EDPR, teve a sua origem no grupo EDP, que iniciou a produção de energia eólica em 1996.

Um evento transformacional da EDPR foi a aquisição, em 2007, da norte-americana Horyzon Wind Energy:

Em 2021 a EDPR gerou 43% da sua receita nos Estados Unidos, 53% na Europa e 4% no Brasil.

Ainda que a EDPR seja cotada exclusivamente na Euronext Lisboa, a sua sede é em Madrid.

2.2. Principais Acionistas

Há uns anos a EDP chegou a ter cerca de 85% do capital da EDPR e até lançou uma OPA para ficar com tudo, porém, após o aumento de capital mais recente, no valor de 1,5 B€, a EDP diminuiu a sua participação para 74,98%:

Análise à EDP Renováveis 2 - Borja On Stocks

De resto, nos 10 maiores acionistas, vemos essencialmente fundos de investimento norte-americanos. De notar que a BlackRock, através de três veículos, detém 4,44%.

3. Contexto Histórico
3.1. Gráfico de Longo Prazo

As ações da EDPR foram vendidas ao público investidor em 4 de junho de 2008, a 8 € por ação e os investidores estiveram 10 anos a sofrer, até que a EDPR finalmente rompeu a resistência dos 8 € e agora está nos 26,3 €, muito perto do seu máximo histórico:

Análise à EDP Renováveis 3 - Borja On Stocks

3.2. Evolução do N.º de Ações, Valor de Mercado e Enterprise Value

Houve apenas um aumento de capital, em 2021, quando o n.º de ações emitidas pela EDPR aumentou dos 872 milhões para os 961 milhões atuais:

Análise à EDP Renováveis 4 - Borja On Stocks

O valor de mercado, que durante 10 anos rondou os 5 B€, catapultou-se nos últimos anos para 25,5 B€, enquanto que o Enterprise Value (EV), que essencialmente adiciona a dívida líquida, está nos 33,3 B€:

Análise à EDP Renováveis 5 - Borja On Stocks

3.3. Evolução das Vendas e Price to Sales Ratio

A EDPR foi vendida na OPV por 34 vezes as Vendas anuais, pelo que não admira que tivesse andado a marinar nos 10 anos seguintes:

Análise à EDP Renováveis 6 - Borja On Stocks

Neste ano de 2022 as Vendas da EDPR estão a subir para um novo patamar, em torno dos 2,2 B€ e os analistas estão otimistas para o futuro.

Dividindo o valor de mercado atual pelas vendas estimadas em 2022, obtemos o PSR nos 11,5.

3.4. EBITDA e múltiplos do EBITDA

O EBITDA da EDPR expandiu-se de apenas 120 M€ em 2008 para os 1.963 M€ projetados para 2022, o que dá uma taxa média anual de crescimento de 22,1%.

No gráfico seguinte podemos ver novamente o quão cara a EDPR foi vendida na OPV e porque é que, apesar do seu crescimento, a ação demorou 10 anos a começar a valorizar de forma significativa:

Análise à EDP Renováveis 7 - Borja On Stocks

Atualmente o rácio EV/EBITDA está nos 17, o nível mais elevado desde 2009, pelo que indica sobre avaliação.

3.5. Margens EBITDA, Operacional e Líquida

As margens da EDPR são fabulosas:

Análise à EDP Renováveis 8 - Borja On Stocks

Depois dos parques eólicos e solares estarem construídos, a produção de eletricidade sai praticamente a custo zero e é por isso que a EDPR é tão lucrativa.

3.6. Resultado Líquido e Price to Earnings Ratio

A empresa foi lucrativa todos os anos, mas teve ali um percalço em 2016, quando lucrou apenas 56 M€:

Análise à EDP Renováveis 9 - Borja On Stocks

Desde aí o lucro tem vindo sempre a aumentar e estão projetados 676 M€ em 2022, o que coloca o PER nos 38.

Como se pode ver no gráfico acima só no período entre 2017 e 2019 – antes de subir de forma sustentada – é que a EDPR transacionou com um múltiplo dos lucros razoável, em torno de 20.

3.7. Evolução da Dívida Líquida e Net Debt to EBITDA

A 30 de junho de 2022 a dívida líquida estava nos 6.174 M€, o nível mais elevado de sempre…

Análise à EDP Renováveis 10 - Borja On Stocks

…mas o rácio Net Debt to EBITDA, nos 3,1, parece estar controlado.

4. Perspetivas

Eu felizmente nunca perdi na EDPR, mas também não ganhei tanto quanto devia.

Aqui estão as três transações da EDPR no TOP10 Lisboa, o portfolio público em que revelo as 10 ações cotadas na Euronext Lisboa que, a cada momento, considero mais atrativas para investimentos a longo prazo:

Análise à EDP Renováveis 11 - Borja On Stocks

A última saída foi há cerca de um ano, quando a EDPR anunciou resultados do 1º semestre de 2021 relativamente fracos, porque o preço de venda da eletricidade estava com tendência descendente.

Entretanto tudo mudou, o preço médio de venda da eletricidade aumentou 27%…

Análise à EDP Renováveis 12 - Borja On Stocks

…e o lucro subiu 87%, para 265 M€ no 1º semestre:

Análise à EDP Renováveis 13 - Borja On Stocks

Por vezes não é boa ideia vender uma empresa de qualidade só porque os resultados de um período desapontaram. Noutras vezes será acertado vender e é na qualidade dessas distinções que se pode alcançar a outperformance.

Desde que vendi a EDPR ela valorizou mais 25%, pelo que a questão que se coloca agora é a seguinte:

A tendência ascendente vai continuar e por tal é acertado comprar as ações mais alto, para vender ainda mais alto? 

À partida eu diria sempre que, com rácios de valorização (PSR, EV/EBITDA e PER) tão elevados, em princípio o potencial de retorno não será suficiente para compensar o risco.

Porém a investigação que fiz leva-me à conclusão que, apesar do aumento expressivo da capacidade instalada de energia renovável, mesmo assim não está a ser suficiente para suprir o aumento da procura global. Por exemplo, em 2022 a capacidade instalada de energia renovável deverá aumentar 35 GW (a EDPR está a contribuir com cerca de um décimo), mas a procura global de energia está a aumentar 100 GW, pelo que é pouco provável que o preço da eletricidade volte a baixar nos próximos anos.

Isto significa a manutenção e provável expansão do lucro da EDPR, tal como os analistas preveem. É essa expansão suficiente para justificar os múltiplos de valorização?

Não, porque segundo as estimativas o lucro irá aumentar à taxa média anual de apenas 5,7% e isso não chega para justificar um PER de 38.

A questão é se a EDPR irá bater as estimativas dos analistas e eu penso que sim, que vai bater e é por isso que as ações estão a valorizar para novos máximos históricos. É porque vêm aí boas notícias.

A questão é que, quando essas boas notícias forem divulgadas, provavelmente a cotação irá descer, porque têm vindo a ser descontadas pelos investidores. E quando houver essa correção deverá ser acertado comprar, porque a longo prazo as tendências fundamentais deverão continuar a ser muito positivas.

Ou seja, a EDPR irá permanecer impulsionada pelas suas perspetivas de crescimento, ao mesmo tempo que é pressionada pelos rácios de valorização elevados e tomadas de mais-valias.

Eu diria que as condições são propícias ao estabelecimento de um novo intervalo de preços, com fundo na zona dos 25 € e topo na zona dos 30 €, grosso modo:

Análise à EDP Renováveis 14 - Borja On Stocks

Um trading range propício para traders de médio prazo, mas não tanto para investidores de longo prazo.

Pessoalmente só me interesso por situações em que o potencial de lucro é no mínimo 50%.

5. Conclusão

Continuarei a acompanhar a EDPR ao longo dos próximos anos e, se tudo correr bem a nível de saúde, décadas. Neste momento a ação não está suficientemente atrativa para uma inclusão no TOP10 Lisboa, que está bem preenchido.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Artigos Relacionados

Padroes das Acoes que sobem 1000 mockup

Ebook grátis

Qual é a probabilidade de uma ação valorizar 1000%, ou seja, ser uma 10-bagger? Descubra no ebook.

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão