Farfetch… não se trata de roupa, mas de tecnologia

As últimas notícias relacionadas com a parceria entre a Farfetch e a Alibaba…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 1 - Borja On Stocks

… levaram as cotações e o Market Cap às alturas…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 2 - Borja On Stocks

… bem como a reputação do seu fundador:

Apresentação

A Farfetch é uma empresa que actua na indústria da moda de luxo cuja missão é tornar-se uma plataforma global, conectando criadores, curadores e consumidores do mercado do luxo. Fundada em 2007 por José Neves, a companhia começou como um mercado de e-commerce para boutiques de moda em todo o mundo. Hoje, a empresa está instalada em vários países…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 3 - Borja On Stocks

… mas a maioria dos colaboradores reside em Portugal…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 4 - Borja On Stocks

… e as suas Receitas são equitativamente globais:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 5 - Borja On Stocks

A Farfetch é a maior empresa digital do segmento do luxo, tendo também negócios em lojas físicas:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 6 - Borja On Stocks

A sua actividade inclui várias soluções…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 7 - Borja On Stocks

… a começar pelo maior marketplace digital de venda de artigos de luxo…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 8 - Borja On Stocks

… no qual a Farfetch actua como intermediaria entre os vendedores e compradores, sem que tenha de constituir inventário (uma enorme vantagem). Ou seja, a empresa recebe os produtos dos vendedores, cria boas apresentações e devolve o produto ao vendedor, disponibilizando o artigo na sua plataforma:

O Marketplace oferece uma logística integrada para vendedores de luxo, incluindo criação de conteúdo e logística (…) . A apresentação do artigo que nós realizamos permite-nos obter uma aparência consistente e uma entrega de curto prazo e baixo custo. O nosso processo de criação de conteúdo digital inclui styling, fotografia, edição e gestão de conteúdos. Nós também desenvolvemos algoritmos inteligentes que tornam o nosso serviço escalável, eficiente e altamente ágil.

Mas parece-me que o grande negócio, a longo prazo, é o seu segmento para empresas (Enterprise Solutions), no qual a Farfetch disponibiliza uma White-Label Platform orientada a vendedores de artigos de luxo

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 9 - Borja On Stocks

… tecnologias de realidade aumentada orientadas ao retalho…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 10 - Borja On Stocks

… entre outras (tecnologias preditivas, de marketing e um programa para start-ups):

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 11 - Borja On Stocks

A Farfetch não é uma tradicional empresa de venda de roupa, mas de tecnologia com data driven approach (à semelhança da Amazon):

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 12 - Borja On Stocks

O seu Farfetch Marketplace não tem concorrentes directos, mas existe alguma competição em áreas específicas (como a da Shopify, cuja acção chegou a atingir um Price-to-Sales superior a 40, no início de 2020… já mostro):

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 13 - Borja On Stocks

Principais Accionistas

Os principais accionistas são fundos de capital de risco:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 14 - Borja On Stocks

O seu free float deve rondar os 66%…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 15 - Borja On Stocks

… podendo essa estrutura de capital ocasionar alguma OPA (da Alibaba, quem sabe?).

Nota: não vou desenvolver o assunto, mas o investimento que a Alibaba realizou traz água no bico.

Gráfico de Longo Prazo

É necessário cautela nos IPO’s… só agora é que a cotação superou os valores dos dias que se seguiram à Oferta Pública de Venda:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 16 - Borja On Stocks

Evolução do Número de Acções e Valor de Mercado

A empresa vale, actualmente, $15,5 B (quase que supera a EDP, a maior empresa da Bolsa portuguesa):

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 17 - Borja On Stocks

Informação Financeira

O crescimento da Receita foi impulsionado…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 18 - Borja On Stocks

… pelos Digital Platform Services, que incluem o Farfetch Marketplace, FPS, BrownsFashion.com, StadiumGoods.com, Farfetch Store of the Future e todos os outros canais de vendas online operados pelo Grupo, incluindo os respectivos sites das marcas do portfólio da New Guards:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 19 - Borja On Stocks

O crescimento da Receita é paralelo ao crescimento dos prejuízos…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 20 - Borja On Stocks

… que nos últimos meses foram motivados pelas perdas relativas à variação do justo valor dos activos financeiros…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 21 - Borja On Stocks

… nomeadamente put options e senior notes:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 22 - Borja On Stocks

Até 30 de Setembro de 2020, o Caixa superava o valor da dívida financeira:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 23 - Borja On Stocks

Desenvolvimento

Apesar do crescimento da Receita, os prejuízos não têm parado de aumentar…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 24 - Borja On Stocks

… principalmente devido às despesas operacionais relacionadas com o investimento no negócio:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 25 - Borja On Stocks

Apesar da Covid-19, a companhia prevê continuar a crescer no quarto trimestre de 2020…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 26 - Borja On Stocks

… podendo motivar a subida do preço das acções, que já se encontram com um Price-to-Sales alto (11,53):

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 27 - Borja On Stocks

No entanto, a história diz-nos que as empresas tecnológicas podem atingir PSR estratosféricos (veja-se o caso da Amazon e da Microsoft em 2000 – cuja cotação só recuperou 15 anos depois – e da Shopify em 2020):

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 28 - Borja On Stocks

Portanto, é verdade que a Farfetch pode atingir uma cotação de $120, mas não nos podemos esquecer do risco associado à necessidade de “capital intensivo”, num negócio que gera recorrentes prejuízos (sem fim à vista, pelos analistas)…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 29 - Borja On Stocks Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 30 - Borja On Stocks

… que podem resultar na necessidade de aumentos de capital (diluindo a participação dos accionistas) ou de endividamento.

Conclusão

A Farfetch tem atraído vários investidores ao longo do seu percurso (que foi de rápido crescimento). A ideia de negócio é brilhante – o seu carácter tecnológico ultrapassa o estereótipo da “empresa de venda de roupa e de artigos de luxo”. Pelo facto do modelo de negócio da Farfetch ser de “capital intensivo”, a participação dos accionistas pode vir a ser diluída (principalmente dos que não participam dos aumentos de capital). E como só quem está no terreno conhece de facto o potencial dos projectos tecnológicos da Farfetch, torna-se difícil a um outsider avaliar o risco. À primeira vista – considerando que esta é apenas uma primeira análise generalista – o risco parece não compensar, mas a cotação pode continuar a subir até ao PSR de 20, 30, 40… 

Por decisão pessoal, o autor do texto não escreve segundo o novo Acordo Ortográfico

Notas do César

– O nosso compatriota José Neves não aparece na lista de acionistas acima porque essa se refere apenas às ações da classe A, que são as transacionadas na NYSE. Na realidade existem também as ações de classe B…

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 31 - Borja On Stocks

…que são convertíveis em ações da classe A (à razão de 1 por 1), mas que atribuem 20 vezes mais votos:

Farfetch... não se trata de roupa, mas de tecnologia 32 - Borja On Stocks

Fazendo as contas, verifico que o José Neves tem (ou tinha, a 31 de dezembro de 2019) a totalidade das ações da classe B, que lhe conferem 12,6% do capital da Farfetch e 74,3% dos direitos de voto. Confere com os dados da Forbes, que lhe atribuem uma fortuna de $2 B, que correspondem a cerca de 12,6% da capitalização bolsista da Farfetch, que está nos $15,5 B.

– Não se percebe porquê que a Farfetch, que supostamente é uma plataforma tecnológica que serve apenas de intermediação, tem custos tão pesados e quanto mais vende, mais prejuízo tem.

À partida o negócio faz-me lembrar o da Showroomprivé, mas com uma marca mais forte e no segmento de luxo. Caiu no goto dos investidores e pelos vistos o José Neves tem excelentes relações com os gestores de algumas das maiores empresas do mundo, que investem em obrigações convertíveis da Farfetch.

Continuarei naturalmente a acompanhar os desenvolvimentos, mas as dúvidas que tinha em torno dos $10 por ação não se dissiparam. Agora com a cotação perto dos $50 fica ainda mais difícil acompanhar o José Neves neste investimento.

Mas obviamente desejo-lhe toda a sorte do mundo e que sirva de bom exemplo para outros empresários portugueses.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Outras análises à mesma empresa

Análises Relacionadas

ANÁLISES MAIS RECENTES

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão