Boa tarde caros Subscritores,

Verifico que temos tido uma recuperação económica – na Europa, mas especialmente nos Estados Unidos – em K, o que significa que alguns setores recuperaram de forma vigorosa para um ponto ainda mais alto, enquanto outros continuam com muitas dificuldades.

A própria sociedade partiu-se em dois, com os mais ricos, aqueles que detém ativos financeiros, a verem o seu património valorizado (pelo menos por enquanto) com as intervenções dos bancos centrais, e os pobres, em muitos casos, a verem a sua situação deteriorar-se ainda mais.

E pessoas que estavam na classe média, que tinham os seus pequenos negócios ou um emprego precário, a caírem para níveis de pobreza.

Este esvaziamento da classe média, ainda que na margem, tem algumas semelhanças com as economias em vias de desenvolvimento, em que a elite é bastante rica, mas a maioria das pessoas tem poucos recursos e fraco poder de compra. Se repararem, nesses países os preços de muitos produtos são mais altos que nos países desenvolvidos (parece um contrassenso, mas é a realidade), porque as multinacionais sabem que não vale a pena praticar preços baixos… nunca serão suficientemente baixos para os pobres comprarem e apenas estariam a minguar a margem nas vendas aos ricos.

A economia em K acentua as desigualdades sociais e as desigualdades sociais contribuem para uma subida de preços. Outra atitude que contribui para a subida da inflação é enviar cheques às pessoas sem qualquer produção em troca. Os cheques introduzem mais dinheiro na economia, sem uma produção correspondente. Ora, uma massa monetária superior para a mesma quantidade produzida só pode ter uma consequência: inflação.

Tudo isto tem uma lógica empírica, mas a inflação tem estado persistentemente baixa, tão baixa que a própria Reserva Federal deseja que aumente para um nível superior a 2%. O problema é que, por vezes, estas tendências descontrolam-se, ou seja, há um overshoot. Se fosse fácil controlar a inflação nunca teria existido o período fortemente inflacionista dos anos 70, que levou o Paul Volcker a subir as taxas diretoras do FED para 20% no início dos anos 80, to break the back of inflation.

A inflação efetiva ainda está em apenas 1,4% mas, algo surpreendentemente, as expetativas de inflação elevaram-se a um nível superior ao que estavam antes da pandemia:

Não sei se esta tendência de subida de preços não irá persistir para lá do desejável, tipo, para 3% ou mesmo 4% ao ano, o que teria implicações nas taxas de juro.

A inflação manifesta-se de forma mais rápida e intensa nuns produtos e serviços do que noutros. Quando a oferta é inelástica (perdoem-me o palavrão, significa que a oferta não consegue reagir rapidamente a uma variação de preços), havendo procura, os preços sobem em flecha.

E é isso que está a acontecer ao Shangai Containerized Freight Index. No início de 2020 estava em cerca de 1.000 pontos, no dia 11 de dezembro nos 2.311,71 e agora nos 2.641,87 pontos:

O índice subiu 14,2% nas duas últimas semanas e uns 160% este ano.

Este índice reflete as freight rates (taxas de frete) para transporte de contentores entre o porto de Shangai e o resto do mundo, especialmente Europa e América, tal como o Artur explicou na sua brilhante análise à Danaos:

A análise do Artur tem tanta qualidade que o meu comentário no final roçou a falta de respeito, pela sua superficialidade.

Lembro-me bem do sentimento com que fiquei quando ouvi a conference call dos resultados do 3º trimestre: confiança!

Confiança, por três motivos principais:

– Os navios maiores já estão fretados até 2023, o que garante uma boa receita anual;

– Em outubro deste ano a gestão recomprou 4.339.271 ações próprias, ou 17,5% do seu capital;

– Os lucros chorudos de 2020 e previsivelmente 2021 e 2022…

…não serão canalizados para dividendos inconsequentes, mas para abater na dívida financeira que foi contraída para adquirir os seus 63 navios porta-contentores.

Em 30 de setembro de 2020 a dívida líquida estava nos $1.242,9 M. O Capital Próprio era de $999,7 M e a Capitalização Bolsista, à cotação de $21 por ação, está nos $429 M.

O PER21 é de apenas 2,2… my kind of stock.

O que é que mudou desde o meu comentário à análise do Artur, que basicamente dizia que a ação era ótima e eu queria muito comprar, mas ia esperar por um preço mais baixo, em torno dos $10? Foram dois fatores:

– Uma nova perspetiva macro, mais inflacionista;

– O Artur atualizou o nível do Shangai Containerized Index e comprometeu-se a fazê-lo todas as semanas. Esta informação é um leading indicator para os fundamentais da Danaos, pelo que estou seguro que, antes da cotação da Danaos descer a sério, iremos ter um sinal inequívoco no tal índice.

Nesta altura não me parece que a evolução da cotação…


Nota: verificar evolução do n.º de ações e capitalização bolsista na análise do Artur

…já reflita a melhoria nos fundamentais, presentes e futuros.

Antes de recomendar a Danaos, incluindo-a no TOP20 Small Caps US, ainda quero esclarecer uma potencial dúvida:

Como é que os preços do transporte marítimo de produtos podem subir tanto?

Podem porque representam uma pequena fração do custo final dos produtos:

A inflação que mencionei no início serve precisamente para acomodar este género de pressões no preço final, neste caso da subida dos custos de transporte.

Uma segunda questão que poderão colocar é:

Mas a longo prazo o Shangai Containerized Index não volta para a base?

Sim, mas em princípio vai demorar muito tempo, porque é necessário construir navios novos para aumentar a oferta e isso leva anos. O que estamos aqui a falar é do transporte de mercadorias da China (a fábrica do mundo) para o resto do planeta e ainda que essa tendência possa abrandar temporariamente, tudo indica que continuará a aumentar em termos de longo prazo.

Conclusão

A Danaos Corp (símbolo da NYSE: DAC) vai entrar, com 5% do capital e à cotação de fecho de hoje, no TOP20 Small Caps US. O nível de risco é 4, turnaround play e o PAQVH é simples: dêem-me um forward multiple de 10 que eu fico satisfeito.

Tal como referi neste artigo que nos lançou nesta caminhada pela indústria do transporte marítimo de carga…

…eu já estive envolvido em ações desta indústria, em 2006 – 2007. Na altura fiquei impressionado com as taxas de crescimento e os múltiplos baixos (não reconhecendo que a indústria é cíclica) e caí na armadilha do PER baixo. Desta vez quererei vender àqueles que forem nessa ilusão.

Se a estimativa de EPS para 2021 é $9,38, o PER de 10 será atingido nos $93,8 e é aí que coloco o PAQVH:

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do BorjaOnStocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site BorjaOnStocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Deixe uma resposta

Os 7 Segredos do Mercado de Ações

Receba este E-book Grátis

Receba as notícias e novidades do Borja On Stocks no seu email. 

Nome:
Email:

Preparado para INVESTIR nas MELHORES AÇÕES?