Uma blue chip: Royal DSM

1. Introdução

Estou a analisar as 86 ações mais líquidas da Euronext Amesterdão e a Royal DSM é a 56ª da lista. O objetivo é melhorar a performance do Portfolio TOP10 Amesterdão, que contém as 10 ações que, segundo as minhas análises, são as mais atrativas para investimentos a longo prazo.

2. Apresentação

Fui ao sítio da Royal DSM (DSMN.AS) e tem lá um vídeo de 3 minutos que resume o perfil da empresa:

OK … a DSM tem cerca de 25 000 empregados e Receitas anuais de cerca de €10 mil milhões.

Vejamos a distribuição dessas receitas por segmentos e geograficamente:

56% teve a ver com ingredientes para alimentos e cerca de 53% foi na Europa, sendo que os Países Baixos, naturalmente, contribuem com 25% das Vendas totais.

3. Principais Acionistas

Não existem acionistas de referência e os acionistas principais são todos fundos de investimento.

4. Gráfico de Longo Prazo

A Royal DSM exibe uma tendência de longo prazo que é moderadamente ascendente. Desde a sua entrada na Euronext Amesterdão em 1989 está a valorizar 576%, ou seja, subiu a uma média de cerca de 5,8% ao ano, sem contar com os dividendos.

5. Evolução do Nº de Ações e Valor de Mercado

Nos anos de 2005-2008 a DSM comprou cerca de 30 milhões de ações próprias. Desde 2008 o Nº de Ações emitidas tem aumentado a uma taxa média perfeitamente aceitável de 1,1% ao ano.

O Valor de Mercado está atualmente nos €10 256 milhões.

6. Evolução das Vendas e Price to Sales Ratio

As Vendas anuais têm-se mantido num patamar elevado, mas desde 2008 que não tem havido uma tendência ascendente. Em 2008 as Vendas foram de €9 297 milhões e o Price to Sales Ratio nesse ano esteve muito deprimido, nos 0,32 (por causa do bear market no mercado em geral, que arrastou todas as ações. As boas voltaram a subir para novos máximos, as más ficaram no chão).

Para 2016 os analistas apontam para Vendas de €7 907 milhões e o PSR está nos 1,27. Ou seja, desde 2008 para cá as Vendas até desceram, mas o seu múltiplo expandiu-se dos 0,32 para 1,27. Interessante divergência.

Para 2017, 2018 e 2019 os analistas esperam incrementos nas Vendas de 4,5%, 3,6% e 3,5%, respetivamente.

7. Lucro, Margem Líquida e PER

Nota: Nos valores deste gráfico por vezes considerei os resultados sem efeitos extraordinários e sem operações descontinuadas. 

O primeiro dado que é necessário realçar é que a DSM foi lucrativa em todos os anos. Depois, verifico que a Margem Líquida oscilou entre os 2% de 2003 e 2015, e os 7% de 2011 e esperados para 2016 (evidentemente já estamos em 2017, mas os resultados anuais ainda não foram divulgados, pelo que estou a trabalhar com estimativas dos analistas).

Em 2018 e 2019 os analistas esperam uma expansão da margem líquida para os 8%.

Em 2016 a DSM deverá ter lucrado qualquer coisa como €540 milhões. Vejamos a evolução do PER em termos históricos:

Pois, quando a DSM desceu, ali em 2008 e 2011, ficou com um PER bastante abaixo da média histórica, que anda pelos 20. Foram boas oportunidades de compra de longo prazo:

Se as estimativas dos analistas estiverem corretas, o Earnings Per Share (EPS) da DSM vai aumentar, pelo que se a cotação não subir, o PER descerá ano após ano, ou seja, a ação irá ficando cada vez mais subavaliada.

8. Rácios do Balanço

Gosto sempre de ver a linha azul do current ratio completamente acima da linha laranja do debt to equity ratio, é um sinal de que o Balanço está equilibrado.

Vejamos o Dividendo por Ação anual e o correspondente Dividend Yield:

A média do dividend yield foi de 3,6%, o que junta à valorização média da cotação, que foi de 5,8% para dar 9,4% de rendimento médio anual.

9. Última Apresentação aos Analistas

Vou ver a apresentação aos analistas e investidores norte-americanos que a DSM realizou em setembro de 2016. Ouch, são 205 páginas, oxalá tenha muitos bonecos 🙂 Sim, realmente tinha muitas imagens e é impossível resumir toda a informação. São 205 páginas de produtos e mercados desenvolvidos pela DSM, com bastantes vias de crescimento. Olhem, de todos os gráficos, escolho um que acho que vai interessar a todos os que pescam e gostam de peixe (eu só gosto de comer, nunca pesquei um peixe na vida, embora tenha tentado duas vezes):

Os peixes de aquacultura são alimentados em cada vez maior proporção por produtos feitos pela DSM. Mas esta é apenas uma das centenas de aplicações dos produtos da DSM. Por exemplo, descobri que em mais de 90% dos telemóveis existem matérias fabricadas pela DSM. Enfim, a empresa é um colosso presente em quase tudo e em quase todo o lado.

Apesar disso ainda só vale cerca de €10 mil milhões. A sua grande concorrente é a norte-americana Dupont, que está a valer cerca de €60 mil milhões.

10. Perspetivas

Penso que existem boas condições para a DSM continuar a dar um retorno médio anual de uns 10% aos seus acionistas. A ação neste momento não está barata, parece-me corretamente avaliada pelo mercado, porém, se o EPS aumentar de acordo com as previsões, a cotação terá de subir para manter a valorização atual (o PER está nos 18, quando a média histórica é 20).

Parecem-me existir barreiras à entrada significativas. É verdade, outra área em que a gestão espera uma forte expansão é num produto seu (Stevia) que substitui o açúcar, mas que ainda está em fase de aprovação. 80% dos alimentos doces levam açúcar (mercado global de €60 mil milhões) e existe uma forte pressão para diminuir o açúcar nos alimentos (ver páginas 17 a 21 da apresentação).

Depois a DSM é líder mundial nas gomas. Sabem aquelas coisas gelatinosas e horrorosas que os miúdos adoram comer? Pois …

11. Conclusão

A Royal DSM é uma das principais blue chips da Euronext Amesterdão. É a 17ª maior empresa holandesa. Acho que ficaria bem no Portfolio TOP10 Amesterdão, mas claro, tenho de analisar todas (várias vezes) para saber quais são as melhores.

12. Disclaimer  

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e nunca deverá ser entendida como uma recomendação de compra ou venda de ações. O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. Se necessitar de conselhos financeiros, procure sempre os serviços de um profissional devidamente autorizado e credenciado. 

Consulte o Disclaimer completo do BorjaOnStocks.