Análise ao Banco Santander Brasil

1. Apresentação

O Banco Santander Brasil (SANB4.SA) é controlado de forma indireta pelo Banco Santander que é espanhol e cotado na Euronext Lisboa. Aqui estão as análises ao Banco Santander.

Em relação ao Santander Brasil, divide-se em dois segmentos: Banca Comercial e Banca Grossista Global.

O segmento da Banca Comercial engloba todo o negócio da banca comercial (depósitos, empréstimos, cartões de crédito, etc), excepto a banca empresarial, que é tratada a nível internacional pelo segmento da Banca Grossista Global. O segmento da Banca Grossista Global, para além da banca empresarial, engloba também a banca de investimento e mercados, incluindo os mercados obrigacionistas e acionistas globais.

2. Principais Acionistas

611

Sterrebeeck B.V. é uma empresa sediada na Holanda que pertence ao Banco Santander. Embora uma parte seja através de subsidiárias, o Banco Santander controla 88,15% do Banco Santander Brasil, sendo que existe apenas outro acionista com um peso relevante, o Fundo Soberano do Qatar, com 5,6% do capital.

Como cerca de 94% do capital está nas mãos destes dois grandes acionistas, o free float é reduzido e a liquidez das ações é fraca.

3. Gráfico de Longo Prazo

612

Ontem só foram negociadas 1 300 ações do Banco Santander Brasil, faz-me confusão que esta ação esteja no índice Bovespa. Existem outras ações, as SANB3.SA, mas dessas também só foram negociadas 1 000 ações ontem. O gráfico é ligeiramente diferente:

613

4. Evolução do Nº de Ações e Valor de Mercado

614

O Valor de Mercado está nos R$66 910 milhões, cerca de €18,3 mil milhões, ou seja, uns 20 BCPs (!)

5. Evolução das Vendas e Price to Sales Ratio

615

A receita total do banco (que é um número que a Thomson Reuters calcula somando a margem financeira e as outras receitas do banco) subiu 23% em 2015 e, tendo em conta a anualização do 1º semestre, está a aumentar 26% em 2016! Quem disse que um banco gigante não pode crescer a taxas elevadas?

6. Lucro e PER

617

O Lucro é “gordo”, quer dizer, a margem líquida em 2015 foi de 15%, o que é anormalmente alto para um banco.

O negócio bancário no Brasil, com aquelas taxas de juro elevadas, parece estar a correr bastante bem. O PER nos 9,3 é acima da média histórica, mas ainda indica alguma subavaliação, pois os bancos normalmente acabam por transacionar com um PER de 10 no longo prazo. O Santander Brasil parece ser um banco de qualidade e elevado potencial de crescimento no curto/médio prazo, pelo que poderia e deveria transacionar com um prémio face à média, digamos, talvez um PER de 12?

7. Perspetivas

O Banco Santander Brasil parece ser um bom investimento de médio prazo, mas a escolher um banco no Brasil o mais provável é que fosse entre o Itaú Unibanco e o Bradesco, que são os dois maiores bancos do Brasil (também onde as ações são mais líquidas). Só que, atentemos naquilo que escrevi na análise ao Bradesco:

«A banca comercial não é um negócio que me entusiasme em termos de muito longo prazo, pois acho que algum dia (digamos, daqui por 20 anos) o serviço que os bancos prestam poderá ser feito por um grande computador central.

Não é por acaso que a generalidade dos grandes bancos em todo o mundo tem vindo a reduzir o seu nº de empregados. Por exemplo, o Bradesco em 2011 tinha 104 684 empregados e no final de 2015 tinha “apenas” 92 861. E também não deve ser por acaso que os investidores avaliam os bancos persistentemente com PERs baixos, deve ser porque não lhes dão uma esperança de vida muito longa.»

8. Conclusão

A conclusão para o Santander Brasil é a mesma que para o Bradesco:

 

Em termos muito gerais os bancos poderão entrar num dos Portfolios do Borja on Stocks mas sempre numa perspectiva oportunista de curto/médio prazo e não numa ótica de longo prazo. É pouco provável que as ações do Santander Brasil cheguem ao Portfolio TOP10 São Paulo

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e nunca deverá ser entendida como uma recomendação de compra ou venda de ações. O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. Se necessitar de conselhos financeiros, procure sempre os serviços de um profissional devidamente autorizado e credenciado. 

Consulte o Disclaimer completo do BorjaOnStocks.