Itaú Unibanco vale tanto como o Santander

Bom dia,

Com as recentes análises ao Banco Santander, que por arrasto trouxeram considerações e análises acerca do Wells Fargo e BCP, tenho interesse em estudar o Itaú Unibanco (ITUB4.SA), que é a segunda empresa mais valiosa do Brasil (depois da Ambev), com um Valor de Mercado atual de cerca de €52 mil milhões, mais ou menos o mesmo que o Banco Santander!

O gráfico de longo prazo demonstra uma tendência claramente ascendente:

101

É mais uma prova viva – para além do Wells Fargo – que nem todos os bancos são maus investimentos de longo prazo.

Antes do Plano Real, implementado em 1994, nem vale a pena olhar para as ações do Brasil porque a inflação nessa altura era estratosférica e as cotações tinham de subir centenas de % ao ano só para acompanhar a inflação. Desde 1995 a inflação tem estado mais controlada …

102

… mas ainda assim elevada para os padrões europeus:

103

Regressando ao ITUB4, desde 2002 as ações têm-se valorizado ao ritmo médio anual de 18%, para um banco é absolutamente fantástico. Em Janeiro de 2016 houve uma oportunidade de compra muito boa, com as ações a subirem 53% desde esse mínimo:

104

Avançando para o estudo dos fundamentais, verifico que o Itaú Unibanco resulta da fusão, aprovada em 18 de fevereiro de 2009, entre a Itaúsa – Investimentos Itaú SA, ou Banco Itaú, e a Unibanco – União de Bancos Brasileiros S.A.

Vou focar-me principalmente na evolução do Earnings Per Share (em R$) e no Price to Earnings Ratio (PER), porque, afinal, são as métricas mais simples e mais importantes de avaliação de ações:

110

Pois, entre 2005 e 2015, o EPS, ou Lucro por Ação, subiu ao ritmo médio anual de 9,3%. Entre 2015 e 2019, apesar de um recuo em 2016 e de uma recuperação lenta, espera-se um aumento de 7,3% ao ano. O PER ttm está nos 6, mas o previsional, considerando a estimativa para 2016, é de 10. A média histórica do PER é de apenas 8.

Perspetivas & Conclusão

O Itaú Unibanco é um daqueles bancos à Wells Fargo, bem gerido e com tendência de crescimento a longo prazo. Penso que é provável que vá subindo a uma taxa média anual à volta de 9 ou 10% no longo prazo. Quando a ação recua, pode-se comprar com segurança que depois volta a subir. Tem sido sempre assim na história e não há razões para desconfiar que o futuro vá ser diferente do passado, antes pelo contrário.

Pessoalmente tenho pouca apetência para analisar mega caps, porque parece que toda a gente sabe tudo e já está tudo refletido no gráfico da ação. Não parece existir grande vantagem em aprofundar bastante o estudo dos fundamentais, pois são empresas muito seguidas e analisadas.

Tecnicamente, o Itaú Unibanco é uma ação sólida para investimentos a longo prazo no Brasil:

111

Disclaimer  

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e nunca deverá ser entendida como uma recomendação de compra ou venda de ações. O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. Se necessitar de conselhos financeiros, procure sempre os serviços de um profissional devidamente autorizado e credenciado. 

Consulte o Disclaimer completo do BorjaOnStocks.