Construtora Holandesa: BAM Groep

Vamos à análise à 17ª ação holandesa? Temos aqui o BAM Groep, cujo nome completo é Koninklijke BAM Groep NV, que é uma construtora holandesa. Olhem, vai ser interessante analisar esta ação para que a possamos comparar com as nossas Mota Engil e Teixeira Duarte.

O BAM Groep opera através de quatro segmentos:

1) Construção de edifícios comerciais e residenciais

2) Engenharia civil de forma global

3) Segmento de propriedades, que constrói moradias

4) Segmento PPP, que constrói estradas, caminhos de ferro, escolas, hospitais, tribunais e hotéis.

Os países principais de atuação do BAM Groep são a Holanda, Reino Unido, Alemanha, Bélgica e Irlanda.

Em termos de emissão de ações e capitalização bolsista …

 BAM Groep Capitalização bolsista

… verifico que o nº de ações tem aumentado ao ritmo médio de 3,1% ao ano, o que é um pouco agressivo, e que o Valor de Mercado atual é de €1 105 milhões.

Um gráfico de 30 anos da cotação da ação para termos uma perspetiva histórica:

 BAM Groep gráfico de longo prazo

BAM Groep foi uma das estrelas do bull market 2003-2007.

Vejamos a evolução das vendas nos últimos anos:

Vendas  BAM Groep

Apesar da escala poder enganar um pouco, é de salientar o nível de Vendas anuais estar sempre ali entre os €7 000 milhões e os €8 000 milhões. Só na estimativa para 2019 é que as Vendas sobem até aos €8 128 milhões. Agora em 2016 o múltiplo das vendas está nos 0,14.

Em termos de Lucro anual …

 BAM Groep lucro PER

… parece que os negócios da construção são maus cá e lá, o BAM Groep nuns anos dá lucro, noutros dá prejuízo. Em 2015 lucrou apenas €10 milhões, por isso o PER subiu aos 136. Para os próximos anos os analistas esperam crescimento dos lucros e estabilidade, mas é quase sempre essa a expetativa dos analistas, ainda que muitas vezes a realidade careça dessa linearidade. Tendo em conta a estimativa atual de um lucro de €88 milhões em 2016 o PER previsional é de 13.

Faz confusão porquê que estes negócios da construção têm uma margem de lucro tão baixinha, ainda mais baixa que a das cadeias de supermercados. E mais instável.

Em termos de Balanço …

 BAM Groep Current Ratio

… não é tão alavancado como o das nossas construtoras, mas mesmo assim, tendo em conta o Debt to Equity Ratio nos 4,4 devo dizer que este Balanço não é saudável. A empresa tem um Passivo 4,4 vezes superior ao Capital Próprio, quando numa situação ideal o Passivo seria de menos de metade do Capital Próprio.

Conclusão

Não se percebe bem porquê, mas o negócio da construção é péssimo. A não ser que a gestão tenha mesmo uma visão a muito longo prazo, como aquelas empresas inglesas que compravam terrenos para construir passados mais de 50 anos, parece que  margem líquida é muito fininha e qualquer percalço origina prejuízos.

A BAM Groep, tal como as suas congéneres portuguesas, está bastante endividada. Se as taxas de juro algum dia subirem (neste momento não se prevê que subam, pelo menos na Europa do Norte), vai ser um problema continuar a refinanciar a dívida.

Em 86 ações da Euronext Amesterdão de certeza que vou encontrar negócios melhores para investir a longo prazo.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e nunca deverá ser entendida como uma recomendação de compra ou venda de ações. O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. Se necessitar de conselhos financeiros, procure sempre os serviços de um profissional devidamente autorizado e credenciado. 

Consulte o Disclaimer completo do BorjaOnStocks.