Activistas na AMG

Bem-vindo à 11ª análise a uma ação da Euronext Amesterdão, desta vez à AMG!

Eu não sei se as pessoas apreciam esta forma de ir escrevendo à medida que vou descobrindo os dados da empresa, mas é uma forma que me poupa tempo e mantém a mente aberta para as diversas possibilidades. As empresas raramente são brancas ou pretas, existem muitas tonalidades pelo meio e eu gosto de ir apreciando os fatores positivos e negativos, à medida que os vou conhecendo, antes de formar uma opinião mais firme no final. Ainda que estas análises sejam apenas uma primeira aproximação às empresas, pelo que raramente serei taxativo nas opiniões, nesta fase, claro.

Passado este preâmbulo, vejamos que raio de empresa é esta, o que é que estas siglas “AMG” querem dizer? OK, significam Advanced Metallurgical Group. A primeira coisa que salta à vista é que o principal acionista, com 19,7% do capital, é um Activista, quer dizer, é um acionista que quer influenciar fortemente a gestão da empresa:

AMG principais acionistas

Muito interessante o setor de atividade da empresa:

AMG setor de atividade da empresa

Vejamos o gráfico da ação desde que a empresa entrou em Bolsa:

AMG Gráfico de longo prazo

E a evolução nos últimos dois anos:

AMG Gráfico dos últimos 2 anos

Vejamos isto em termos de Valor de Mercado no final de cada ano:

AMG capitalização bolsista

Quando vi aquela enorme queda em 2008 estava à espera que isso tivesse, pelo menos em parte, a ver com um grande aumento do n.º de ações emitidas, mas não, o n.º de ações tem-se mantido praticamente inalterado ao longo dos últimos 10 anos. Sendo assim aconteceu mesmo uma desvalorização brutal do Valor de Mercado da empresa, dos €1 402 milhões no final de 2007 para os €189 milhões no final de 2008. Atualmente a empresa está avaliada pelo mercado em €278 milhões.

Vejamos a evolução das Vendas ano após ano e também o rácio que compara o nível dessas vendas com o valor de mercado, ou seja, o Múltiplo das Vendas (sales multiple em inglês):

AMG vendas desde 2007

Nota: valores em USD

É impressionante verificar que as Vendas ainda subiram 31% em 2008, mas nesse ano as ações caíram 87% (!) Havia uma enorme divergência entre a Análise Técnica e a Análise Fundamental e a Análise Técnica neste caso deu uma abada. Em 2009 as Vendas caíram 43%.

Para 2016 os analistas prevêem Vendas de apenas €932 milhões, a descer 4,6% e a empresa está a valer cerca de 30% daquilo que vende num ano.

Vejamos o Lucro e o PER ano após ano:

AMG lucro e PER

Afinal a Análise Fundamental também teria evitado a AMG em 2007, antes da queda de 87% da cotação. É que no final de 2007 a AMG transacionava com um PER de 120!

Nos últimos três anos o PER tem andado num nível médio mais razoável: 15.

Em relação ao Balanço …

AMG Balanço

… melhorou significativamente desde o final de 2014, mas ainda não é sólido. Sólido seria se o Current Ratio estivesse acima de 2 e se o Debt to Equity Ratio estivesse abaixo de 0,5.

Conclusão

Percebe-se perfeitamente porquê que a RWC Partners investiu nesta empresa no sentido de influenciar fortemente a gestão: é que a AMG foi bastante mal gerida ao longo dos anos e isso vê-se pelas enormes oscilações no Resultado Líquido.

A situação melhorou significativamente nos últimos trimestres e o 1º trimestre de 2016 foi muito positivo. A ação foi suspensa pela Euronext hoje pelas 10:31, por notícias pendentes.

Vou ficar atento aos desenvolvimentos.

Disclaimer  

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e nunca deverá ser entendida como uma recomendação de compra ou venda de ações. O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. Se necessitar de conselhos financeiros, procure sempre os serviços de um profissional devidamente autorizado e credenciado. 

Consulte o Disclaimer completo do BorjaOnStocks.