7 Pecados Mortais para o Portfolio: Nº2 – Alavancar

O que é alavancar?

“Alavancar” ou “utilizar alavancagem” tem a ver com o seguinte:

– O investidor tem, por exemplo, €10.000 euros na conta mas investe com o dobro, ou seja, €20.000. Neste caso diz-se que o portfolio está alavancado duas vezes.

Isto pode parecer estranho para alguns leitores, mas em alturas de bull market intenso, os bancos e corretoras costumam dar esta possibilidade, pois querem aumentar o volume de transações no mercado para obterem maiores receitas e lucros, aproveitando ao máximo o bull market, que como sabemos não dura para sempre. As instituições mais agressivas chegam a dar a possibilidade de se investir com 5 vezes mais capital do que aquele que se tem disponível na conta.

Os pequenos investidores, que estiveram o bull market todo a pensar “quem me dera ter tido mais capital para investir, teria ganho muito mais dinheiro”, quando se lhes é oferecida a possibilidade de investir com muito mais, caem que nem tordos na armadilha. O problema da alavancagem é que funciona para os dois lados. Se o investidor está alavancado duas vezes, só precisa de perder 50% para perder o dinheiro todo. E se estiver alavancado cinco vezes, basta uma contrariedade de 20% para perder tudo.

O pecado mortal de não resistir à possibilidade de alavancar já levou imensos investidores à falência no passado e irá levar ainda muitos mais à ruína no futuro.

Este pequeno artigo não estaria completo sem uma tabela ilustrativa:

Alavancar percentagens para perda total

Alavancar, para além de aumentar imenso o risco de ruína, leva também a ansiedade, nervosismo, mãos fracas, overtrading e mais uma série de problemas emocionais que conduzem a erros de trading e quebras de disciplina.

Por isso, caro Membro do BorjaOnStocks, não se esqueça, quando eventualmente lhe oferecerem a possibilidade de alavancar, reuna todas as suas forças e diga: “não obrigado! Já estava à espera dessa oferta e não quero aumentar o risco de ruína do meu portfolio”.

Por vezes as corretoras vão muito longe na oferta desta possibilidade de alavancar e aumentam o buying power, ou creditam dinheiro na conta dos clientes, sem que isso lhes tenha sido solicitado. Depois o investidor pergunta “posso usar este dinheiro para comprar ações?” e eles dizem “pode sim senhor, é um crédito sem juros”. A pessoa faz uns trades, até é capaz de ganhar no início e sente-se um herói, um afortunado. Mas, e até porque estas “benesses” costumam aparecer após bull markets prolongados, a tendência vira subitamente (se os investidores em geral estiverem muito alavancados até pode acontecer um crash) e já está, foi tudo! Tudo o que levou anos a construir e amealhar foi-se num ápice e só foi preciso cometer um dos 7 Pecados Mortais para o Portfolio!

Dois já estão na lista do “fugir a sete pés”, ainda faltam 5. Amanhã escreverei um pequeno artigo sobre o 3º Pecado Mortal para o Portfolio.