Estoril Sol pode voltar a brilhar?

1. Introdução

Nunca, em 19 anos de Bolsa, analisei a Estoril Sol. Sei que é a empresa dona do Casino do Estoril, onde trabalham dois tios meus, mas mais nada. Vejamos o que podemos descobrir nesta análise inicial à Estoril Sol.

2. Gráfico de Longo Prazo

343

A Estoril Sol sempre foi uma ação muito pouco líquida, mas ali a partir de 2005 é que ficou mesmo moribunda e nos últimos anos caiu 90%.

3. Nº de Ações e Capitalização Bolsista

344

A Estoril Sol foi fundada em 1958, cotada na Bolsa desde 14 de fevereiro de 1986 e pelo menos desde 1994, o nº de ações emitidas pela empresa manteve-se constante nas 11,9 milhões. A Capitalização Bolsista atingiu o seu máximo nos €236 milhões em 1998 e atualmente é de €12 milhões.

A sensação que tenho é que a Estoril Sol precisa de uma economia interna bastante otimista e pujante, como tivemos em 1998 (que foi o real pico do ciclo económico), para obter grandes lucros.

4. Vendas e Múltiplo das Vendas

345

O valor máximo das vendas da Estoril Sol foi atingido em 2007, nos €277 milhões, mas, especialmente a partir de 2012, aconteceu uma quebra violenta nas vendas, que para 2015 se estimam nos €83 milhões. Na realidade a magnitude desta quebra é artificial, o que houve foi uma mudança na forma de contabilizar as vendas da Estoril Sol, passando a ser consideradas as vendas depois de impostos e não antes de impostos.

O Múltiplo das Vendas, que em 1998, quando a Estoril Sol cotou perto dos €20 por ação, era de 1,83, atualmente está nos 0,15, ou seja, a Estoril Sol vale 15% daquilo que consegue vender (depois de impostos) num ano.

5. Lucro ou Prejuízo Anual

346

Nos últimos 17 anos a Estoril Sol alternou Lucros com Prejuízos e nos quatro anos entre 2011 e 2014 registou prejuízos. No 1º Semestre de 2015 a empresa lucrou €0,8 milhões, o que anualizado dá um lucro de €1,6 milhões. Tendo em conta o Valor de Mercado de €12 milhões, o PER previsional é de 7,5.

Em toda a sua história a Estoril Sol tem um lucro acumulado de apenas €0,1 milhões, ou seja, cem mil euros. Não é lá grande coisa, para uma indústria protegida pelo Estado e invejada por tantas pessoas.

A questão é que essa “proteção do Estado”, através das licenças de jogo, nomeadamente dos casinos do Estoril, da Póvoa do Varzim e de Lisboa, foi completamente “furada” com o advento dos jogos de sorte e azar online, que recentemente foram regulamentados em Portugal: a consequência dessa legislação foi que os portugueses deixaram de conseguir fazer transferências bancárias para sites de jogos de sorte e azar não licenciados.

Logo a seguir a esta legislação foi lançado o serviço de apostas em eventos desportivos da Santa Casa da Misericórdia, o Placard (por acaso eu já fiz uma aposta, no Federer contra o Djokovic na final do US Open e perdi o euro que apostei 🙁  )

Será que esta mudança legislativa e a sua aplicação pode ter um efeito positivo na Estoril Sol?

Antes de responder a esta pergunta, vou só fazer os habituais testes ao balanço.

6. Testes ao Balanço

347

O Balanço da Estoril Sol é fraco, mas tem vindo a melhorar ligeiramente desde 2012.

7. Último Relatório de Gestão

Aqui está o Relatório e Contas do 1º Semestre de 2015 da Estoril Sol.

A administração da Estoril Sol está bastante descontente com o Estado, quer por causa dos impostos que tem de pagar …

348

… quer pela recente mudança na legislação em relação ao jogo online:

349

Mas, provavelmente apesar de todo este descontentamento, esta recente legislação vai beneficiar a Estoril Sol, da mesma forma que já está a beneficiar a Santa Casa da Misericórdia.

E a empresa acaba por ceder e adaptar-se:

Estoril Sol vai entrar no negócio do jogo online

Mas parece que a coisa está emperrada:

Novos atrasos nas licenças portuguesas de jogo online

8. Perspetivas e Conclusão

Acho que apesar das críticas e atrasos esta nova legislação que regulamenta o jogo online pode vir em benefício da Estoril Sol. A empresa, por €12 milhões, está bastante barata.

A liquidez das ações é muito reduzida porque Stanley Ho detém 60,2% delas e Américo Amorim detém 35,9%, ou seja, estes dois têm 96,1% do total, ficando apenas 3,9%, ou 465 835 ações dispersas por pequenos investidores. À cotação atual de €0,95, isso são apenas 442 mil euros, é ridículo!

Não sei porquê que mantém estas ações no mercado, porquê que não compram as ações remanescentes e as retiram da Bolsa, dessa forma já não teriam chatices e custos com a prestação de informações ao mercado. Bom, eles lá devem ter os seus motivos.

Fundamentalmente eu diria que a Estoril Sol está num bom ponto de entrada, que está fundamentalmente atrativa, especialmente se conseguir uma boa penetração no jogo online legalmente autorizado em Portugal, mas este problema do free float muito reduzido na prática impossibilita que a Estoril Sol chegue ao Portfolio TOP10 Lisboa. Eu diria que os Membros BorjaOnStocks facilmente comprariam todas as ações disponíveis para venda da Estoril Sol e isso não pode ser.

9. Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e nunca deverá ser entendida como uma recomendação de compra ou venda de ações. O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. Se necessitar de conselhos financeiros, procure sempre os serviços de um profissional devidamente autorizado e credenciado. 

Consulte o Disclaimer completo do BorjaOnStocks.