Poupar Passivamente

Provavelmente já chegou à conclusão que, para sobreviver a uma crise (financeiramente) e prosperar na expansão seguinte, precisa de poupar.

Poupar é sempre difícil, pois implica ter força de vontade para abdicar de um maior consumo no presente, de forma a obter mais segurança e qualidade de vida no futuro.

Possivelmente alguns leitores serão excelentes poupadores, daqueles que todos os dias se sacrificam para amealhar mais poupanças. Outros simplesmente gastam menos do que ganham e sobra-lhes algum dinheiro no final do mês. E outros ainda têm pouca noção e controlo das suas despesas, por vezes ultrapassando o seu rendimento. Gostam de se sentir “livres”…

Eu confesso estar neste terceiro grupo e durante muito tempo fui um poupador sofrível, sem grande consistência. Não sou de todo um especialista em poupança, antes pelo contrário, se quiserem saber como gastar 100 mil euros num mês, falem comigo, pois tenho experiência 🙁

Até que finalmente li o livro “O Homem mais Rico da Babilónia“, que recomendo vivamente. Em termos muito resumidos o livro defende que a poupança deve acontecer antes do consumo! Ou seja, em vez de você consumir o que precisa (e não precisa) e depois ver quanto lhe sobra no final do mês, começa por poupar à cabeça e depois logo consome o que lhe sobra.

É um conceito bastante simples, mas a minha mulher aplicou-o na prática e realmente tem mudado o nosso perfil financeiro e elevado substancialmente as nossas poupanças e investimentos.

E hoje em dia é facílimo fazer isto automaticamente, basta programar uma transferência automática mensal de um valor adequado (que depois poderá ser aumentado progressivamente) e está feito, a poupança acontece naturalmente de forma consistente e sistemática, sem grandes preocupações ou sacrifícios. Não precisa de ter força de vontade, passará a ser um poupador passivo…

Se ainda não tinha tido esta ideia, faça isso, programe uma transferência mensal automática para uma conta poupança e verá uma mudança positiva nas suas finanças e sentimento de segurança.

O valor não interessa muito, o que interessa é a atitude.

Picture of <a href="https://www.linkedin.com/in/cesar-borja/" target="_blank" rel="noopener">César Borja</a>

Licenciado em Economia pelo ISEG e investidor particular em ações desde 1998.
Concluiu a Pós-Graduação em Análise Financeira no ISEG, tendo obtido a certificação CEFA. Também passou no exame CFA Level I.  

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Artigos Relacionados

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão