Orpea aumenta receitas em 11,7%

Bom dia caros Subscritores,

Desde que o malfadado Victor Castanet publicou o livro Les Fossoyeurs (os coveiros) que a Orpea entrou num período de turbulência quase inacreditável:

Orpea aumenta receitas em 11,7% 1 - Borja On Stocks

Nas análises anteriores e no Fórum fui defendendo que o que se passava nos lares da Orpea acontecia em todos os lares e que os fundamentais da empresa, em termos das suas receitas e lucros, não seriam afetados de forma relevante pela crise.

De facto os fundamentais não se alteraram por aí além, mas os investidores têm estado extremamente receosos em relação a dois cenários:

  1. Incapacidade da Orpea refinanciar a sua dívida
  2. Possível nacionalização, que já foi defendida por alguns políticos

Ao contrário do que está a acontecer na EDF, em que o Estado Francês já detém 84% do capital e lançou uma oferta – com um prémio – pelo capital remanescente, no caso da Orpea uma nacionalização provavelmente seria feita de forma forçada e pelo valor zero.

Ou poderiam fazer como o Xi Jinping fez à indústria da educação privada na China, legislou no sentido de a tornar sem fins lucrativos e obediente aos programas educacionais desenvolvidos e aprovados pelo Estado. O governo francês também pode querer que todos os lares e residências assistidas para idosos sejam geridos sem fins lucrativos, essencialmente pelo Estado e organizações de solidariedade social, tipo a Santa Casa da Misericórdia.

Ainda que não pareça que a França vá seguir esse caminho tão “esquerdalho” e “estatista”, é um risco que se tornou mais real com a publicação do livro Les Fossoyeurs, que serviria de desculpa, ou motivação, para esse desenvolvimento negativo. Porém há dois fatores que atenuam esse risco:

A – Qualquer pessoa com alguma experiência de vida sabe que cuidar de idosos é uma tarefa extremamente difícil e que nunca será desempenhada de forma perfeita. A maior parte dos idosos (especialmente os que têm mais de 90 anos) nunca estará satisfeita porque… têm dores e estão tristes. Isto acontece em todos os lares, sejam geridos pela Orpea, por outras empresas, pelo Estado ou pela Santa Casa… em todos os lares os utentes sentem muitas dificuldades e insatisfações;

B – A Orpea tem acionistas que o governo francês pensará duas e três vezes antes de desagradar:

Orpea aumenta receitas em 11,7% 2 - Borja On Stocks

O maior acionista, o CPP Investment Board, é o fundo de pensões do Canadá. Quererá a França abrir um conflito diplomático com o Canadá? A Família Peugeot é naturalmente uma das mais ricas e influentes de França. A Blackrock é um dos maiores investidores do mundo, gerindo cerca de $7 T. Se a Blackrock, por causa de uma nacionalização da Orpea, decidisse vender todas as suas ações francesas, era capaz de criar um tumulto… assim como o Vanguard Fund e o Norges Bank (banco central da Noruega).

A hipotética nacionalização da Orpea parece-me ter menos de 5% de probabilidade, mas é um risco que tem estado em forte evidência… nas semanas mais recentes o que se tem falado nos meios políticos em França é de uma “Lei da Velhice“, que se propõe restringir a expansão dos lares privados em França.

Deixando estas questões mais “filosóficas” de lado e pensando nos dados financeiros da Orpea, neste artigo escrevi que os resultados do 1º semestre iriam ser divulgados no dia 21 de setembro, porém por vezes as empresas – especialmente as francesas – primeiro avançam com os números de receitas e só mais tarde é que apresentam os resultados completos. Foi o que aconteceu ontem às 17 horas, a Orpea avançou com os números relativos às receitas do 1º semestre de 2022:

Os números são potentes, ainda mais do que antes da crise:

Orpea aumenta receitas em 11,7% 3 - Borja On Stocks

No 1º semestre, as receitas aumentaram 11,7%, para os 2.311,7 M€.

Desconsiderando as aquisições mais recentes, ou seja, em termos orgânicos, as receitas cresceram 6,4%. Houve crescimento em todas as regiões, tendo sido mais forte na Península Ibérica e América Latina (Espanha, Portugal, Brasil, Uruguai, Colômbia e Chile) e no Resto do Mundo, que por enquanto é apenas 1 lar na China.

Vou atualizar os gráficos com as tendências dos dados fundamentais, da capitalização bolsista e das receitas anuais:

Orpea aumenta receitas em 11,7% 4 - Borja On Stocks

A Orpea está a ser vendida por 1.495 M€, um preço que não se via desde 2011.

Nesse ano as receitas foram de 1.234 M€, e agora são quase o quádruplo:

Orpea aumenta receitas em 11,7% 5 - Borja On Stocks

Só no dia 21 de setembro é que iremos ter os números mais completos, incluindo o EBITDA e o Resultado Líquido, mas no curto comunicado de ontem, que tem somente 4 páginas, é dito que a Orpea tem incorrido em vários custos extraordinários para combater a crise e que também tem sido prejudicada, nas suas margens, pela inflação.

Uma notícia positiva é o que dizem sobre os lares em França, cuja ocupação, que foi algo afetada pelo escândalo provocado pelo livro, estabilizou em maio e voltou a aumentar ligeiramente em junho:

Orpea aumenta receitas em 11,7% 6 - Borja On Stocks

Parece que a Orpea está a sair dos noticiários e jornais e que aquela procura de fundo, incessante e crescente pelos seus serviços está a reaparecer. Isto para além do seu modelo de negócio muito estável, assente nas mensalidades dos utentes.

Conclusão

No fundo, em termos fundamentais, praticamente não houve alterações no valor e potencial de crescimento da Orpea. O que mudou foi a perceção desses fundamentais… mas se a perceção mudou para pior também pode mudar para melhor, e para isso basta que a Orpea continue a desempenhar a sua missão com brio e eficiência.

O Marco Freitas é capaz de ter razão ao ir reforçando na Orpea e tornando-a a sua maior holding, é capaz de sair a brilhar do outro lado. Oxalá que sim!

A Orpea mantém-se no TOP10 Paris e o PAQVH mantém-se nos 1.131,9 €.

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Outras análises à mesma empresa

Artigos Relacionados

ANÁLISES MAIS RECENTES

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão