Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG

Bom dia caros Subscritores,

Na análise que justificou a entrada da International Consolidated Airlines Group (IAG), no final, escrevi o seguinte:

Em termos técnicos, se acontecer uma descida abaixo de 1,44 € agradeço que me convidem para um update a esta análise.

Devido à guerra na Ucrânia e consequente subida do preço do barril de petróleo…

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 1 - Borja On Stocks

…que, diga-se de passagem, pelo menos por enquanto, não foi nada de especial, as ações das airlines em geral e da IAG em particular, corrigiram um bocado:

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 2 - Borja On Stocks

A IAG foi mesmo abaixo dos 1,44 € e eu estava a ver que ninguém me convidava para o tal update, até que ontem a Catarina pegou no meu telefone para ver uns SMS do banco e me disse: “já viste que tens aqui uma mensagem importante?”

Não tinha visto, era um SMS de um grande amigo meu, um dos primeiros subscritores e grande impulsionador do Borja on Stocks, a fazer o tal convite para um update à IAG.

Vamos a isso!

A ação hoje está a descer porque os pilotos da British Airways (que pertence à IAG) contestam que os cortes da era Covid se prolonguem até 2028:

Os pilotos estão a contrariar a indicação dada pelo seu próprio sindicato. Enfim, não há grandes novidades nisto, a indústria das airlines sempre teve – e sempre terá – estas disputas com os trabalhadores.

Estive a ler o comunicado com os resultados do 1º trimestre e efetivamente existiu uma enorme recuperação do tráfego, receitas e custos…

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 3 - Borja On Stocks

…com as receitas a aumentarem 257%, os custos a aumentarem 98,8% e o prejuízo a diminuir apenas 28,4%, para 810 M€. Com efeitos extraordinários o prejuízo no 1º trimestre foi de 787 M€.

Estive a ver os resultados trimestrais desde 2011 e o 1º trimestre é sazonalmente bastante mais fraco, sendo que este ainda foi afetado de forma significativa pelas restrições pandémicas relacionadas com a variante Ómicron e os custos foram exacerbados pela recuperação da capacidade produtiva.

A IAG está a recuperar a sua capacidade de transporte de passageiros, que em relação ao nível de 2019 será de 80% no 2º trimestre, 85% no terceiro e 90% no quarto.

O CEO, Luis Gallego, diz que tendo em conta a procura e reservas, a empresa já será lucrativa no 2º trimestre e nos seguintes, apresentando também um lucro no total de 2022:

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 4 - Borja On Stocks

A guidance é clara, ainda que não muito objetiva:

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 5 - Borja On Stocks

Vejamos as estimativas dos analistas para cada trimestre deste ano e para o total dos anos de 22, 23, 24 e 25:

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 6 - Borja On StocksObrigado pelo convite para fazer um update à IAG 7 - Borja On Stocks

Por causa do ainda forte prejuízo no 1º trimestre, o lucro deste ano ainda deverá ser magrinho, nos 40,4 M€, enquanto que nos três anos seguintes as projeções apontam para um lucro médio anual de 1.634 M€.

O lucro médio anual entre 2015 e 2019 foi de 2.003 M€, pelo que o que os analistas estão a antecipar é um retorno a uma normalidade que será inferior (1.634 M€) ao que foi no passado. É aqui que eu acho que podem surgir surpresas positivas, porque entretanto as airlines cortaram custos e tornaram-se mais eficientes e a procura por viagens pode subir para um nível significativamente acima do que era dantes.

Vou imaginar que o lucro médio anual dos anos 2023 – 25 não irá ser de 1.634 M€, mas de 2.250 M€, o que, tendo em conta as 5 mil milhões de ações emitidas, daria 0,45 € por ação. Multiplicando esse EPS por um múltiplo de 7 (dificilmente as airlines transacionarão com múltiplos superiores a isto, porque já se viu que estão muito expostas a choques exógenos e são cíclicas) obtenho 3,15 € por ação, sensivelmente o mesmo que o valor que tenho como PAQVH.

Conclusão

A IAG (o símbolo em Madrid é ICAG.MC) mantém-se no TOP10 Madrid e o PAQVH mantém-se nos 3,17 €. 

Obrigado pelo convite para fazer um update à IAG 8 - Borja On Stocks

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Outras análises à mesma empresa

Artigos Relacionados

ANÁLISES MAIS RECENTES

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão