O Milionário Automático

Tempo de leitura: 5 minutos

Na minha jornada para ler 100 livros em 2019, o primeiro livro que escolhi foi “The Automatic Millionaire”, de David Bach:

automatic_millionaire

Acabou por ser um pouco por acaso, mas a ideia é que os 100 livros a ler em 2019 terão de contribuir para o crescimento pessoal e profissional. Acontece que os livros que tenho em casa são maioritariamente romances, enquanto que os livros mais práticos estão no escritório, por isso enquanto percorria a estante de livros à procura de algum que coubesse nos meus critérios, descobri este.

O Milionário Automático

Não só o título é catchy, como o próprio livro está escrito de uma forma que nos agarra desde a primeira página. Escrito num inglês fluído e simples, o livro procura responder a uma questão praticamente universal: como ser milionário?

Se não gosta da ideia de estar preso a um orçamento, este livro é para si

Ao contrário da maior parte dos livros de finanças pessoais, este livro recusa a ideia de ter um orçamento restrito e de viver uma vida ao estilo de Padre António Vieira. Bem como assume que não é preciso ter um rendimento de “rico” para chegar a rico (claro que o livro está feito para a realidade americana, bem diferente da portuguesa em vários termos).

Entre várias dicas e princípios elencados no livro, o autor destaca os três essenciais para chegar a milionário:

  1. Pagar a si próprio primeiro
  2. Tornar este pagamento automático
  3. Comprar uma casa e pagá-la de forma automática

 

Pagar a si próprio primeiro

De acordo com este princípio o primeiro pagamento a fazer assim que recebe o seu salário é a si próprio. De acordo com o autor deverá poupar e investir 10% daquilo que ganha. Esta é a única forma de inverter o ciclo de trabalhar por dinheiro e de colocar o dinheiro a trabalhar para si.

A importância de automatizar

Muitos planos falham porque exigem força de vontade e disciplina da nossa parte. O essencial para este plano ser bem sucedido é que seja feito de forma automática, assim não é preciso estar constantemente a pensar e a agir, a transferência está programada e sai automaticamente. Uma coisa é certa: não conseguimos gastar o que não está disponível.

Comprar uma casa e pagá-la de forma automática

De acordo com o autor, a compra de casa é a única que deve ser feita com recurso a crédito. Comprar casa própria acaba por ser uma forma de poupança, a única questão é que deve ser feito um plano para a conseguir pagar antes do período do empréstimo para conseguir poupar milhares e milhares de euros em juros. O autor defende que em vez de 12 prestações anuais da casa devem ser pagas 13, conseguindo desta forma poupar quer em juros, quer em tempo.

Para além destes três são abordados também outros temas como: investir o dinheiro de forma a obter uma rendibilidade de 10% (só investindo é que se consegue multiplicar o capital e ter proveito do poder dos juros compostos), estratégias para não ter dívidas e como ter um fundo de emergência.

A maioria destes conceitos não são novos, nem originais, mas o autor consegue tornar os temas divertidos e, ao focar-se em menos princípios, consegue passar a mensagem da importância de cada um.

Há coisas do livro com as quais não concordo (como por exemplo colocar o dinheiro em fundos, neste caso prefiro que os investimentos sejam feitos seguindo o Borja on Stocks) e há outras que não podem ser aplicadas à realidade portuguesa (como é o caso de aplicar o dinheiro em planos de reforma ainda antes de ele ser taxado pelo Estado).

Quem quer ser milionário?

No fundo o livro procura responder a uma questão que muita gente gostaria de ver respondida: como ser milionário?

Mas quem pode ser considerado milionário?

Um milionário é uma pessoa que tem ativos de mais de 1 milhão de euros. No nosso imaginário só quem ganha muito poderá conseguir este feito. O autor desmitifica esta ideia e explica como poupando qualquer coisa com 5 euros por dia (o equivalente a um maço de tabaco ou ao que ele chama The Latte Factor) é possível conseguir chegar lá:

De acordo com a Pordata, em 2017 o rendimento médio disponível das famílias portuguesas era de 31.390,5 euros/ano. Isto significa que se cada família aplicasse o princípio do livro e poupasse 10% desse rendimento em 36 anos teria 1 milhão no banco (pressupõe um começo com 0 €, um reforço da poupança de 1% ao ano e um retorno médio anual de 12%):

Ano Capital Reforço Mensal Reforço Anual – Dividendos
1 0 261 3 138
2 3 138 264 3 145
3 6 244 267 3 151
4 9 759 269 3 152
5 13 671 272 3 147
6 18 029 275 3 136
7 22 880 278 3 117
8 28 278 280 3 089
9 34 280 283 3 052
10 40 951 286 3 004
11 48 362 289 2 944
12 56 594 292 2 869
13 65 734 295 2 778
14 75 878 298 2 670
15 87 134 301 2 540
16 99 621 304 2 388
17 113 471 307 2 209
18 128 827 310 2 000
19 145 853 313 1 758
20 164 725 316 1 478
21 185 640 319 1 155
22 208 818 322 785
23 234 498 325 360
24 262 948 329 -126
25 294 464 332 -680
26 329 371 335 -1 312
27 368 033 339 -2 030
28 410 848 342 -2 847
29 458 261 345 -3 773
30 510 760 349 -4 822
31 572 564 352 -6 077
32 641 174 356 -7 500
33 717 584 360 -9 119
34 802 660 363 -10 957
35 897 381 367 -13 044
36 1 002 837 370 -15 411
37 1 120 241 374 -18 095
38 1 250 941 378 -21 135
39 1 396 439 382 -24 578
40 1 558 406 385 -28 475

O que é interessante também nesta tabela é que a partir do ano 25, o valor recebido em dividendos ultrapassa o valor do reforço mensal, ou seja podemos retirar dividendos dos investimentos e mesmo assim continuar a reforçar e a fazer crescer a poupança. Isto é o que muita gente considera o rendimento passivo: a partir deste momento é possível retirar proveitos da conta sem comprometer o investimento e o crescimento.

Gostei muito deste livro e sem dúvida irei pôr em prática alguns dos princípios nele defendidos e outros irei adaptar à minha realidade.

Clique AQUI se quiser fazer o download do excel e ajustar estes cálculos ao seu próprio caso.

Para mim não há nada mais precioso do que aprender com as experiências e conhecimento dos outros (imagine a sua evolução se dependesse apenas da sua experiência e dos erros que comete), pois só desta forma podemos dar saltos na nossa própria evolução.

Uma pessoa inteligente aprende com os seus erros, uma pessoa sábia aprende com os erros dos outros.

Catarina Borja

Deixe uma resposta

Pesquisar

E-books GRÁTIS

SIGA-nos

JUNTE-SE AO NOSSO Grupo NO Facebook

Subscreva a nossa Newsletter

Receba todas as noticias e novidades do Borja On Stocks no seu email. 

Close Menu
×
×

Cart

Subscreva a Newsletter

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.

Receba o E-Book no seu email

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.