Intertrust: a defensora do “assaltante” Estado

Por vezes as ações de empresas subavaliadas continuam subavaliadas, numa tendência lateral aparentemente interminável:

No dia 14 de maio de 2021 a Intertrust levou uma multa das autoridades reguladoras das Ilhas Caimão (!)…

…que foi o catalisador que me atraiu para esta empresa:

É costume acontecer focar-me nos aspetos mais a longo prazo e ignorar os de curto prazo, pois essa é a diferença – e a meu ver, a vantagem – que tenho em relação aos analistas das casas de research e bancos de investimento, que tipicamente se esforçam por prever os resultados a curto prazo e dão um price target a 12 meses.

Quer Saber Mais?

Faça o seu registo gratuito para ter acesso a informação exclusiva a registados

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender acções.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objectivos de cada um Subscritores do BorjaOnStocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site BorjaOnStocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

análises relacionadas

Este artigo tem um comentário

  1. AUGUSTO FARIA

    É mais a defensora das grandes empresas que capturaram o Estado para poderem usufruir de planeamcunão fiscsl ajudados por este tipo de empresas. do Estado vai sempre buscar o dinheiro que precisar. Se não vai às grandes empresas, vai ao assalariado que ganga 1000 ou 2000€ por mês. Esse nunca
    escapa.

Deixe uma resposta