Disciplinar o Desapontamento

No artigo “Como é que os mais ricos ficaram ricos“,  demonstrei que os mais ricos chegaram a essa posição por terem estado investidos em ações de empresas que foram “valorizando ao longo do tempo”. 

Esta frase tem contida uma certa ideia de linearidade, de tendência mais ou menos regular, mas a realidade não foi, de todo, essa. Todas as ações de qualidade passaram por muitíssimos períodos de correção, alguns deles bem fortes. 
 
Vejamos só os três casos de maior sucesso, Jeff Bezos da Amazon, Bill Gates da Microsoft e Warren Buffett da Berkshire Hathaway
 
Quantas vezes é que estas ações caíram 20% do máximo recente?
 
Para fazer esta contagem apliquei o indicador Zig Zag aos gráficos das três ações, com um parâmetro de 20%:

O indicador muda de direção antes de cada variação de 20%, para cima ou para baixo.

Nota: o Zig Zag não tem qualquer poder de previsão, serve apenas para descrever a realidade. 

1ª - Amazon

Gráfico da Amazon desde a OPV

Desde a sua OPV em 5 de maio de 1997, a Amazon valorizou 9.272%. Pelo meio teve 51 descidas superiores a 20%.

2ª - Microsoft

Gráfico da Microsoft desde a OPV

Desde a sua OPV em 13 de março de 1986, a Microsoft valorizou 128.400%. Porém, enquanto fez isso, teve 25 ocasiões em que caiu pelo menos 20% do máximo recente.

3ª - Berkshire Hathaway

A Berkshire Hathaway é cotada pelo menos desde a década de 50 quando Warren Buffett começou a acumular estas ações, porém no Metastock só tenho o gráfico desde 1980:

Gráfico da Berkshire Hathaway desde a OPV

Contando apenas desde 1980, as ações da Berkshire Hathaway valorizaram 115.231%, porém nessa ascenção houve 13 ocasiões em que desceram mais de 20% do máximo recente. 

Novamente, estes são os casos mais extremos, mas todas as outras centenas de ações que subiram muitíssimo ao longo das décadas, passaram sempre por muitos períodos de correção, alguns deles bastante pronunciados. Se quiser ver por exemplo os drawdowns das 50 ações Europeias que mais subiram nos últimos 15 anos, fiz este vídeo para si.

Então e o que é que os investidores de longo prazo fizeram quando aconteceram estas correções? Ficaram com medo? Ficaram com dúvidas? Culparam os políticos? Queixaram-se da irracionalidade do mercado? Cortaram as perdas por trailing stop?

Não, o que fizeram foi disciplinar o seu desapontamento. Controlaram as emoções e mantiveram-se focados no longo prazo.
Se você acha que também consegue disciplinar o seu desapontamento na face de adversidades no mercado de ações, gostaria de convidá-lo a juntar-se a nós: 

Deixe uma resposta

Pesquisar

E-books GRÁTIS

SIGA-nos

JUNTE-SE AO NOSSO Grupo NO Facebook

Subscreva a nossa Newsletter

Receba todas as noticias e novidades do Borja On Stocks no seu email. 

Close Menu
×
×

Cart

Subscreva a Newsletter

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.

Receba o E-Book no seu email

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.