O Confronto Análise Técnica vs AF em 10 pontos

Eu, como tantos outros, passei a maior parte da minha carreira de analista e investidor em ações pensando que a Análise Técnica (AT) e a Análise Fundamental (AF) seriam complementares. Daí que a ideia que tinha era que, quanto mais conhecimento acumulasse sobre ambas, maior probabilidade de sucesso teria na seleção de ações e maior retorno a longo prazo.

Em 2005 o meu amigo Pedro Miranda cunhou o termo Análise TecniMental, que seria a junção dos dois grandes ramos de análise.

Porém, à medida que fui colecionando experiências nas ações, fui dando cada vez mais peso à Análise Fundamental na tomada de decisões até que, em 2016 (vinte anos depois de ter começado), eu diria que cheguei ao pleno na Análise Fundamental.

Hoje em dia reconheço que a AT e a AF não são complementares. São antagónicas.

Se preferir veja o vídeo:

Aqui identifico 10 pontos em que se diferenciam e chegam mesmo a confrontar-se:

– A Análise Técnica considera que o mercado é eficiente e que tudo o que há para saber sobre uma ação está refletido na cotação e volume. A Análise Fundamental considera que o mercado é ineficiente no curto/médio prazo e que só é eficiente no longo prazo;

– A Análise Técnica é mais usada pelos traders de curto prazo. A Análise Fundamental é mais usada pelos investidores de longo prazo. As indicações dadas pelas duas análises costumam contradizer-se, especialmente nos momentos fulcrais de tomada de decisão;

– Os traders baseados na Análise Técnica esperam que o mercado lhes diga o que fazer. Os investidores baseados na Análise Fundamental têm a sua própria opinião;

– Os traders que utilizam a Análise Técnica para as suas decisões têm dúvidas acerca de que conjunto de indicadores utilizar: os de tendência, ou os que indicam estados overbought/oversold? Os investidores que baseiam as suas decisões na Análise Fundamental não se preocupam com a evolução da cotação, nem com a velocidade do movimento entre o ponto A e o ponto B;

– Uma Análise Técnica pode ser feita em 5 minutos. Uma Análise Fundamental demora no mínimo 3 horas;

– Os traders baseados na Análise Técnica têm de estar permanentemente atentos à cotação, pois as suas decisões dependem da cotação. Os investidores baseados na Análise Fundamental trabalham muito antes de tomar uma decisão, mas depois deixam que seja o capital e o tempo a trabalhar;

– Os traders que consideram a Análise Técnica são atraídos pelo volume, pela quantidade de ações transacionadas …Os investidores que consideram a Análise Fundamental sabem que muitas vezes o volume elevado advém de um passado de emissão de novas ações e diluição do valor dos acionistas. E também sabem que, quanto maior a liquidez, especialmente nas micro e small caps, menor o retorno em termos de longo prazo;

– Os traders baseados na Análise Técnica são atraídos pelas ações de baixa cotação. Os investidores baseados na Análise Fundamental sabem que a cotação considerada isoladamente é irrelevante;

– Os traders baseados na Análise Técnica saem muitas vezes das ações e vão para outros tipos de produtos financeiros, alguns deles tóxicos, como CFDs, Forex, ETFs alavancados, cripto-moedas, etc. Os investidores que são versados na Análise Fundamental ficam nas ações, que são títulos representativos da propriedade de empresas;

10º – A Análise Técnica é mais usada pelos micro-investidores, com pouco capital para investir. A Análise Fundamental é utilizada especialmente pelos grandes investidores. Eu diria que para se chegar a grande, é preciso pensar e agir como os grandes.

Posto isto, gostaria também de dizer que nos dois ramos existem análises mais úteis e menos úteis.

Por exemplo, penso que na AT as análises focadas na tendência são mais úteis do que as que se focam na velocidade e/ou amplitude dos movimentos. Na AF, as que identificam estados de subavaliação/sobrevaliação são úteis, mas não tanto como aquelas que identificam e prevêem tendências fundamentais de longo prazo.

No Borja on Stocks temos a missão de analisar sistematicamente, do ponto de vista fundamental, as 300 maiores empresas cotadas na Euronext. O objetivo é selecionar as mais atrativas para investimentos a longo prazo.

Atenciosamente,
César Borja
Analista de Ações Independente

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do Borja on Stocks.

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O Borja on Stocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação.

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site Borja on Stocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

Artigos Relacionados

Download ebooks grátis

e-books sobre Investimento em Ações

Cinco e-books inspiradores e informativos sobre investimentos em ações

Bem-vindo de volta!

Recupere a sua palavra-passe

Por favor, insira o seu nome de utilizador ou email para redefinir a sua palavra-passe.

Iniciar sessão