$1 investido em ações no início de 1922 transformou-se em $28.501 no final de 2023. Isto dá uma taxa média anual de retorno de 10,7% quando os dividendos são reinvestidos. As ações são indiscutivelmente o melhor produto financeiro para investimentos de longo prazo, no entanto a maior parte dos investidores tem uma experiência insatisfatória.

Nesta carta descubra 10 ações atrativas para investir em 2024 !!

Serviço inovador e praticamente único em Portugal tem ajudado centenas de investidores portugueses a obter mais confiança e resultados superiores nos seus investimentos em ações.

Disclaimer: os testemunhos apresentados foram selecionados de 178 comentários no Google ao serviço que prestamos no Borja on Stocks. Também houve comentários depreciativos. O nosso rating global é de 4,8 estrelas.

Imagine que tinha 27 anos de estudo e experiência no mercado de ações. E que tinha 7 horas por dia dedicadas para analisar oportunidades em ações específicas.

Quanto é que isso valeria para si?

Isso é o que irá obter quando se juntar ao Borja on Stocks.

Mas sejamos realistas.  Investir em ações não é fácil.

Inúmeras ações desceram muito nos últimos anos. Muitos investidores andam deprimidos. E as empresas estão a enfrentar aumentos de custos e taxas de juro mais elevadas.

Além disso há milhares de empresas cotadas. Como identificar aquelas que estão subavaliadas e que têm mais potencial de retorno?

Como investir em ações com confiança e tranquilidade?

Aqui está o “segredo” – que não é segredo algum – até é bastante óbvio, pois é o que funciona para a resolução de problemas em praticamente todas as áreas.

Se tem um problema de saúde, vai ao médico. Se tem um problema jurídico, vai ao advogado. Se tem um problema com o carro, vai ao mecânico.

E se tem um problema com ações, vai ao analista de ações!

Que analista de ações?

Eu, César Borja, candidato-me a prestar-lhe este serviço. 

 

César Borja, investidor em ações, analista financeiro e empresário. Desde 1999 a ajudar os investidores em ações.

Phillie, cadela adorável mãe de três cachorros. 

 

De onde é que eu venho?

Em 1996 era um estudante universitário – Economia no ISEG – que queria saber tudo sobre ações, mas não tinha dinheiro para investir. 

Felizmente ofereciam 5 exemplares por dia do jornal Diário Económico na Associação de Estudantes – eu tinha de correr para apanhar um, pois não havia internet e os jovens estudantes ainda liam jornais – e fazia questão de ler cada exemplar de uma ponta à outra e colecioná-los, de forma a fazer um arquivo com as notícias das empresas cotadas. 

Cesar_Borja_pilha_jornais_economicos
César Borja em 1996. Colecionador de jornais económicos e aspirante a investidor

Em 1996 nem sequer tinha computador mas sabia que precisava de um para analisar os gráficos das ações.

Então quando apareceu a oportunidade arranjei um trabalho noturno a aspirar a piscina e lavar os balneários de uma pequena escola de natação em Cascais, que pertencia à minha avó. Ganhava o equivalente a 5 € à hora e trabalhava duas horas por noite, 7 dias por semana, em complemento aos estudos. 

Em 1997 lá consegui comprar o computador… a internet estava a dar os primeiros passos em Portugal e havia 3 ou 4 sites sobre bolsa. Havia o BolsaInvest (que pertencia ao meu amigo e colega da universidade, Pedro Miranda), o Finbolsa e o Canal de Negócios. 

No início de 1998 já tinha lido uns 10 livros sobre bolsa mas nunca tinha comprado uma ação, porque ainda estava a juntar.

Só que a certa altura surgiu no Finbolsa uma análise fundamental que me pareceu brilhante e super apelativa. 

Queria mesmo comprar a ação analisada – que era a Gestnave – mas naquele tempo na Bolsa de Valores de Lisboa as ações tinham de ser negociadas em lotes de 100 ações e eu não tinha dinheiro suficiente para comprar um lote. 

Só tinha 105 contos (equivalente a 525 €) para comprar 50 ações, então falei com um colega da faculdade, o Gustavo, para ver se ele queria comprar um lote de 100 ações da Gestnave a meias através da sua conta na corretora Fincor. 

O Gustavo disse que sim, comprou as ações e uma semana depois… vendemo-las a ganhar 100%!!

E foi assim… com esta sorte de principiante… que me apaixonei para sempre pelo mercado de ações! 

No início de 1999 estava num jantar de aniversário de um amigo e o Miranda e outros estavam a falar sobre o BolsaInvest, que estava em banho-maria, com pouco  conteúdo…

Eu estava um bocado à parte da conversa, mas colei-me porque o tema me interessava e a certa altura disse que todas as sextas-feiras iria enviar um artigo sobre a bolsa para o Miranda publicar no BolsaInvest.

E na sexta-feira seguinte lá estava o artigo… e nas sextas seguintes todas. O público investidor adorou os artigos e queria mais e eu também queria dar mais. Então tivemos a ideia de criar o The X-Peculator, um pseudónimo que escrevia recomendações de compra e venda de ações. 

A iniciativa foi um sucesso tremendo, o BolsaInvest atraiu um tráfego fenomenal (para a época) e em fevereiro do ano 2000, em plena bolha da internet, uma grande empresa ofereceu-nos meio milhão de euros pelo site (eu tinha 19%) e um contrato de trabalho a termo certo de três anos com condições fabulosas!

E foi assim que me tornei um profissional a escrever sobre ações, atividade que mantenho até hoje e que espero desenvolver até ao final dos meus dias… porque junta duas coisas que adoro fazer:

1. Analisar e investir em ações

2. Prestar serviços profissionais e competentes que ajudem outros investidores em ações a alcançarem os seus objetivos

 

Manter-se fiel às ações está mais difícil do que nunca

Quantas solicitações para outros produtos financeiros vê por dia?

Há uns anos eram as “corretoras” de CFDs – que são meras casas de apostas em ativos financeiros – que inundavam a internet com anúncios, patrocinavam equipas de futebol e tinham legiões de afiliados a promover os seus  serviços… mas essas “instituições” não passam de casinos a sugar o dinheiro dos investidores mais incautos. 

As corretoras de CFDs ainda andam aí… mas agora a publicidade tem um disclaimer imposto pelos reguladores (finalmente!) que lhes manietou o modelo de negócio.

A moda mais recente foram os esquemas piramidais com cripto-moedas, que são “ativos” totalmente desprovidos de valor… felizmente essa moda também há-de passar, mas entretanto arrebataram muito dinheiro aos pequenos investidores que poderia ter servido para financiar as empresas e promover o emprego e o crescimento económico. 

Se caiu numa destas tentações ou noutra semelhante saiba que não foi o único e que é normal!

Com tantas solicitações e promessas de dinheiro fácil – conjugadas com as dificuldades de investir em ações – é natural escorregar do mercado de ações para essas ofertas super apelativas…

…mas depois a realidade nesses produtos financeiros “alternativos” é que toda a gente perde… e perde muito!

A realidade é que você precisa de se manter fiel às ações – que são títulos que representam a propriedade de empresas reais – durante os bons e os maus momentos.

Resistindo a todas as tentações que o levariam para caminhos de perdição, por mais “inovadores” e “lucrativos” que possam parecer. 

Mantenha-se fiel às ações e veja o seu património crescer… não todos os dias, não todas as semanas, não todos os meses e nem mesmo todos os anos. 

Mas no longo prazo.

E para quem tem uma mentalidade de longo prazo esse é o único prazo que interessa.

O track record das ações é indiscutível

E nestes 30 anos existiram muitas crises:

❌ Crise asiática de 1997

❌ Estoiro da bolha tecnológica em 2001-2

❌ Grande Recessão de 2008

❌ Crise das dívidas soberanas na Europa em 2011-12

❌ Vitória do Brexit em 2016

❌ Covid-19 em 2020

❌ Guerra da Ucrânia em 2022

❌ Inflação elevada e subida vertiginosa das taxas de juro em 2023

O mais provável é que os próximos 30 anos tragam mais uma série de crises… e novamente uma performance muito positiva dos mercados de ações!

Porque é que nem toda a gente ganha no mercado de ações?

Existem inúmeras razões.

Eu até escrevi um e-book chamado O Labirinto da Bolsa com 20 dessas razões do insucesso. Senti-me habilitado para escrever o e-book porque cometi aqueles 20 erros todos e mais alguns. 

Posso resumir aqui as 5 principais razões do insucesso:

1ª Mentalidade de Curto Prazo

Há quem esteja habituado – noutros ativos, por exemplo depósitos a prazo e rendas imobiliárias – a rendimentos lineares. 

Esperam ganhar a cada mês e a cada ano que passa, mas as ações não funcionam assim.

As ações têm uma volatilidade tremenda e mesmo quando sobem muitíssimo no longo prazo descem em muitos dias, em bastantes meses e em vários anos… e ocasionalmente têm correções de mais de 50%… e isso é incompreensível e inaceitável para muitos investidores.

Estes investidores precisam de ver as suas decisões constantemente validadas pelo mercado e quando isso não acontece sentem uma tremenda insegurança que os leva a vender por qualquer motivo, mesmo que seja irrelevante em termos de longo prazo. 

Estes investidores costumam investir e parar, investir e parar, investir e parar… normalmente com timings de entrada e saída errados, pelo que acabam por perder no longo prazo. 

2ª Alavancagem

A alavancagem consiste em investir com mais dinheiro do que se tem… isso pode ser feito através de empréstimos da corretora ou com recurso a instrumentos financeiros derivados, como futuros, opções, CFDs, etc. 

O problema da alavancagem é que aumenta muito a probabilidade de ruína, bastando um pequeno movimento contrário às nossas posições para levar a conta a zero:

A alavancagem combinada com a volatilidade das ações é uma fórmula garantida de insucesso. 

3ª Não Diversificar

A diversificação é crucial, por dois motivos principais:

A – Ninguém acerta sempre. 

Mesmo os melhores investidores de todos os tempos, como por exemplo o Warren Buffett e o Peter Lynch, erram bastante. 

O Warren Buffett ainda há pouco tempo vendeu uma série de ações de companhias aéreas a perder significativamente, por causa dos prejuízos causados pelo combate à Covid-19. Teoricamente o Warren diz que a diversificação é uma defesa contra a ignorância, mas depois vemos que a sua holding, a Berkshire Hathaway, para além das dezenas de empresas que detém totalmente, tem 47 ações diferentes.

O Peter Lynch chegou a ter mais de 1.400 ações no Magellan Fund e, como ele revela no seu livro Beating the Street, muitas delas foram à falência. Mas isso não o impediu de obter uma performance que o colocou numa liga só de um: 29% de retorno médio anual nos 13 anos em que geriu o fundo. 

B – Aumenta a probabilidade de se acertar em várias ações que sobem muito

Quando se diversifica é como se tivéssemos vários tiros para acertar no alvo… se disparar só duas vezes provavelmente não vai acertar, a não ser que tenha uma pontaria e uma sorte com o vento fantásticas, mas se disparar 20 vezes, todas com boa técnica… é provável que acerte algumas vezes.

Em Lisboa tenho uma ação que está a subir mais de 600% do preço de compra… nos Estados Unidos vendi uma a ganhar 375,6%. Estes grandes ganhos compensam largamente algumas perdas noutras ações.

4ª Cortar os Lucros

Qualquer investidor, para ser bem sucedido, precisa de ganhar muito com pelo menos algumas ações… mas nunca vai ganhar muito se vender sempre que está a ganhar um pouco. 

Não pode cortar as asas às ações com potencial para voar muito, pois são esses voos muito altos que elevam a sua performance acima da média.

5ª Não Saber Fazer (ou não ter tempo) para Produzir Análises Fundamentais de Qualidade

Para encontrar boas oportunidades é preciso analisar muitíssimas ações, estabelecendo comparações, para descobrir quais é que têm a melhor relação entre a rendibilidade esperada e o risco. 

Para isso é necessário aprender a fazer Análise Fundamental – eu estou há 27 anos a aprender – e depois aplicar esse conhecimento na prática todos os dias, 7 horas por dia, a analisar ações. 

Repare naquele meu primeiro sucesso na Gestnave… em 1998 não sabia fazer Análise Fundamental, mas baseei-me numa análise que foi publicada no Finbolsa.

E você pode ter muitos sucessos fazendo exatamente o mesmo, investindo baseado nas minhas análises fundamentais a ações. 


Porque é que não se pode basear em dicas gratuitas da internet?

As dicas gratuitas da internet são muito agradáveis… mas só quando os desenvolvimentos são rapidamente positivos, o que raramente acontece.

Aconteceu-me ali naquela situação da Gestnave quando estava a começar (100% numa semana, é raríssimo!), mas sinceramente não me lembro de outra ocasião, em mais de 20 anos, em que tenha acontecido dessa forma.

Quase sempre, quando as coisas começam a correr mal, aquele que deu a dica ou desaparece, ou nunca mais fala no assunto… ou seja, não apoia os investidores nessas fases mais difíceis. Também não lhe pagam para isso, é preciso que se diga.

Então aparece com outra ideia, outra análise, outro vídeo, outra dica… e a audiência põe um “gosto”.

Isto é completamente diferente do serviço que prestamos no Borja on Stocks, onde analiso muitas ações, recomendo algumas e depois dou a cara por essas recomendações, analisando os desenvolvimentos e respondendo a todas as questões dos Subscritores até que finalmente recomendo a venda da ação.

No Borja on Stocks os investidores sentem-se sempre apoiados, pois as notícias que vão sendo divulgadas pelas empresas são interpretadas e as ações recomendadas são reanalisadas as vezes que forem necessárias, incorporando os desenvolvimentos mais recentes. Quando saem os resultados é praticamente certo que vou publicar pelo menos uma análise de acompanhamento a cada uma das ações recomendadas.  

E caso alguém tenha uma dúvida, é muito simples, coloca-a no tópico respetivo dessa ação no Fórum que eu respondo na 1ª oportunidade


Obtenha bons resultados modelando os TOPs de ações recomendadas do Borja on Stocks

Modelar não é copiar.

No Borja on Stocks criei e mantenho cinco TOPs de ações recomendadas, que atualmente contêm 55 ações, da Europa e dos Estados Unidos. 

Temos o TOP10 Lisboa, o TOP10 Madrid, o TOP10 Amesterdão, o TOP20 Small Caps US e TOP10 Tenbagger. 

Porém 55 ações – no limite serão 60 ações – será provavelmente demasiado, pois foram feitos estudos que demonstram que a partir de 20 ações já não existe grande redução do risco:

Para ajudar os Subscritores que pretendem ter uma maior concentração nos seus investimentos, criei recentemente os TOPs Concentrados: o TOP5, o TOP10 e o TOP20, que como o nome indica são constituídos pelas 5, 10 e 20 ações preferidas. 

Quem quer comprar somente 5 ações (20% do capital em cada uma), ou 10 ações (10% em cada uma) ou 20 ações (5% em cada ação) tem aqui uma solução ótima. 

De qualquer modo eu não tenho nada a ver com o que os Subscritores fazem ou não fazem no mercado real… cada um é que sabe o que faz com o seu dinheiro, que naturalmente está depositado no intermediário financeiro da sua confiança. 

Desde o início do Borja on Stocks, em 21 de agosto de 2015, nunca aceitámos que nos entregassem dinheiro para investir.

O Borja on Stocks é somente um serviço de análises e recomendações de ações, não é um intermediário financeiro. 

Evidentemente mantemos um track record 100% fiável e objetivo dos TOPs de ações recomendadas, que é o seguinte:

O gráfico muda a cada 6 segundos e mostra a evolução do TOP10 Lisboa, do TOP10 Madrid, do TOP10 Amesterdão e do TOP20 Small Caps US desde o início de cada um destes TOPs. O TOP10 Tenbagger ainda está em construção.

Aqui está uma tabela que mostra os resultados desde o início e anualizados de cada TOP dos gráficos acima:

 

Os quatro TOPs estão positivos. 

O retorno médio do conjunto considera que o TOP20 Small Caps US tem o dobro do investimento. 

O objetivo de retorno médio anual do conjunto é 12%. 

2022 foi um ano muito negativo… o mais negativo desde o Lehman Brothers em 2008… a bolsa é cíclica e tipicamente a seguir aos anos maus vêm anos bons, num ciclo interminável. A seguir à recessão vem a expansão, é tão simples quanto isso. 

Vou partilhar um parágrafo sobre cada ação que está no TOP10, aquele que integra as 10 ações preferidas de todos os TOPs

Pode obter os nomes e análises que explicam e justificam o investimento nestas ações IMEDIATAMENTE

Aqui está a minha proposta…

Há quase 8 anos que estou a construir e aprimorar o serviço do Borja on Stocks para si. 

E estou entusiasmado e agradecido pela oportunidade que, ao ler esta carta, me está a dar para o influenciar no sentido positivo. 

Quando ler as minhas análises irá sentir uma confiança e segurança para investir em ações que provavelmente nunca sentiu até aqui. 

Porque as análises revelam muito conhecimento da matéria e sobretudo… muito trabalho.

É que para escolher aquelas ações que recomendo analisei centenas de ações.

Até lhe posso dizer o n.º exato, até ao dia 1 de janeiro de 2024 tinha publicado análises a 925 ações e muitas delas foram analisadas várias vezes, especialmente as que acabaram por ser recomendadas. 

Aqui está a razão principal pela qual me deve escolher para lhe prestar este serviço de analisar e recomendar ações.

Haverá certamente quem saiba mais sobre ações do que eu…

Haverá certamente quem tenha mais sorte…

Haverá certamente quem tenha mais contactos…

Haverá certamente quem seja mais influente…

Mas não há, nesta área, quem seja mais consistente no trabalho do que eu.

O trabalho consiste em escrever diariamente análises sobre ações, comentar os desenvolvimentos, responder a todas as questões dos Subscritores… e sobretudo ler muito. O mercado não pára e eu vou acompanhando. 

Para que possa sentir-se sempre apoiado e seguro de que estou atento a tudo o que se vai passando com as ações… 

…de forma a que possa viver a sua vida sem se preocupar com isso.

Sabe que qualquer coisa inesperada que aconteça – e nas ações acontecem muitas situações inesperadas – eu estou cá para analisar, informar, responder  e reagir nos nossos melhores interesses.  

Imagine o que seria investir em ações recomendadas por um profissional dedicado a 100% e depois ter esse apoio durante todo o tempo em que tiver essas ações… 

Aqui está o que obtém com a subscrição do Borja on Stocks

Parte 1 – Biblioteca de mais de 2.800 análises a 925 ações. 2 análises novas por dia.

Analisar muitas ações permite-me fazer comparações de forma a escolher aquelas que considero mais atrativas para investimentos a longo prazo.

Também é necessário re-analisar as recomendações prévias para ir assimilando os novos desenvolvimentos.

Terá acesso imediato a…

TOPs de Ações Recomendadas

Parte 2 – TOPs de Ações Recomendadas

As ações recomendadas estão organizadas em TOPs que são 100% objetivos e fáceis de seguir.

Estes TOPs contém ações fundamentalmente atrativas e com grande potencial de valorização que poderá comprar para si também. 

Parte 3 – Comunidade dos Melhores Investidores Portugueses

Ao longo dos anos o Borja on Stocks foi atraindo e fixando os investidores portugueses mais conhecedores, sendo que muitos estão localizados nos quatro cantos do mundo.

A nossa Comunidade é organizada e cordial e gosta de ajudar os recém-chegados a encontrarem o melhor caminho no mercado de ações. 

Fecho semanal - newsletter resumo das análises às ações e resultados dos TOPs

Parte 4 – Fecho Semanal

No final de cada semana envio-lhe um e-mail que resume tudo o que se passou naquela semana no Borja on Stocks.

Se tiver pouco tempo, lendo apenas este e-mail semanal consegue ficar por dentro de tudo o que é relevante e usufruir da tranquilidade e retornos que temos tido. 

Ficará perfeitamente equipado e informado para investir tranquilamente em ações durante muitos e bons anos.

Gostaria então de o convidar a aderir ao Borja on Stocks neste momento, garantindo-lhe um preço especial:

Hora
Minutos
Segundos

Adira agora ao Borja on Stocks… e sinta uma confiança renovada e um apoio único e imprescindível para investir em ações!

O preço de tabela são 450 € por ano, mas se decidir agora obtém um ótimo desconto de 23% na subscrição anual.

A minha missão na vida, agora em 2024 e espero eu nos próximos 30 ou 40 anos, é ajudar os investidores em ações a alcançarem os seus objetivos.

Em breve começará a usufruir do serviço que construí para si no Borja on Stocks.

É mesmo um sistema em que poderá basear-se para investir em ações fundamentalmente atrativas e obter um retorno acima da média.

Espero vê-lo de seguida no Borja on Stocks!

Atenciosamente,

César Borja
O SEU Analista de Ações

Ganhe mais com menos trabalho e aproveite a vida!

P.S. Sim, pode começar desde já a investir em ações fundamentalmente atrativas e ver o seu património crescer. O mercado não espera por ninguém e quanto mais cedo iniciar esta viagem, melhor.

Não adie esta decisão – até porque pode voltar atrás, sem risco e sem custo – e adira ao Borja on Stocks agora mesmo!

Hora
Minutos
Segundos

Disclaimer: Os investimentos em ações contêm risco e não são apropriados para todos os perfis de investidor. As ações podem descer e os dividendos também. Os investimentos em ações individuais podem gerar perdas. O Borja on Stocks não é regulado pela CMVM e não dá aconselhamento personalizado. Se necessitar de aconselhamento personalizado consulte um profissional devidamente autorizado pela CMVM.

Não vendemos nem emprestamos o seu e-mail a ninguém. De nós só receberá conteúdo informativo e valioso sobre investimentos em ações. Não somos afiliados, associados, autorizados, endossados ​​ou de qualquer forma oficialmente conectados ao Google, ou a qualquer uma de suas subsidiárias ou afiliadas. 

2015 – 2024 © Borja on Stocks® | Todos os direitos reservados.

Iniciar sessão