Ações dos CTT revisitadas

Os CTT tiveram apenas uma breve passagem pelo TOP10 Lisboa – o portfolio que reúne, a cada momento, as 10 ações cotadas na Euronext Lisboa que consideramos mais atrativas para investimentos a médio/longo prazo – tendo entrado no dia 4 de fevereiro de 2016, a 7,83 € e saído a 13 de maio do mesmo ano, a 8,067 €, gerando uma micro mais-valia de 3%.

Apesar disso já foi analisada por 16 vezes, sendo que o texto mais marcante foi este que previu uma queda superior a 50%:

Esta análise foi publicada a 4 de agosto de 2017, quando a ação estava nos 5,29 € e efetivamente nos anos seguintes desceu 67% até ao mínimo de 1,76 €:

Em termos gerais, os motivos apontados para a desvalorização potencial das ações eram de três ordens:

– Forte dependência do segmento de correio tradicional, que estava em queda estrutural

– Incapacidade de gerar um EBIT positivo no segmento de Expresso & Encomendas, apesar do crescimento

– A ideia que o sistema bancário português já tinha demasiada oferta e que mais um banco (o banco CTT) não seria uma boa aposta

Mas, quer dizer, uma ação que cai 83% desde o máximo pode ter ressaltos interessantes, de 100% ou mais, como veio a acontecer… infelizmente não tive capacidade para aproveitar qualquer um destes movimentos, pois estava investido noutras oportunidades.

O que me interessa nesta análise é perceber o que aconteceu no 1º semestre de 2021 (vi que tinha dado um bom Lucro, salvo erro de 17 M€) e estabelecer uma comparação das principais métricas fundamentais com o preço da empresa.

Quer Saber Mais?

Faça o seu registo gratuito para ter acesso a informação exclusiva a registados

Disclaimer

Esta publicação é para efeitos meramente informativos e educacionais e não deverá ser entendida como uma recomendação para comprar ou vender ações.

Se entender esta publicação como uma recomendação, tenha em conta que ela é generalista e poderá não ser adequada ao seu perfil de risco, que é único. A sua situação financeira individual não foi tida em consideração pelo Autor da análise, que desconhece o perfil de risco e objetivos de cada um Subscritores do BorjaOnStocks. 

Se necessitar de conselhos financeiros personalizados, procure sempre os serviços de um profissional devidamente credenciado e autorizado pela CMVM.

O BorjaOnStocks e a sua Equipa não assumem qualquer responsabilidade por eventuais perdas ou ganhos resultantes da informação obtida nesta publicação. 

Esta publicação é propriedade intelectual de BBTOP20 – Produção de Conteúdos, Lda e destinada apenas aos Subscritores do site BorjaOnStocks. As informações e opiniões contidas nesta publicação são confidenciais. É proibida a sua transmissão ou difusão, em todo ou em parte, sem autorização expressa.

Consulte o Disclaimer completo do Borja on Stocks.

análises relacionadas

Deixe uma resposta