A Psicologia para lá dos -80%

Em 6 outubro de 2015 realizei o seguinte vídeo com 20 ações que desceram mais de 90%…

… e hoje fui comparar as cotações destas ações (afinal o vídeo só tem 17) na data do vídeo com as cotações atuais:

Cotações Euronext Lisboa, PSI 20, cotação BCP, BP,I Banif, Impresa, NOS, Pharol, Glintt, Reditus, Sonae Indústria, Inapa, Compta, SAG Gest, FC Porto SAD, Sonaecom, Sporting SAD, Cimpor, Martifer

Em média, estas ações – que já tinham descido 90% na sua história – estão 29% mais baixas agora do que estavam em 6 de outubro de 2015. Por sua vez o índice PSI20 está 15,5% mais baixo.

Concluo que, apesar de já ter havido uma enorme queda em termos históricos, em média teria sido melhor vender estas ações em outubro de 2015 do que ficar com elas.

No entanto, desde que comecei a escrever sobre a Bolsa e as Ações (em 1999), tem sido extremamente comum encontrar investidores que dizem algo do género:

– “Estou a perder muito, já não vale a pena vender”

Parece que quando a menos valia chega ali aos -80% as pessoas simplesmente bloqueiam mentalmente essa informação e já nada lhes interessa. Já me aconteceu falar com investidores que têm uma ação em que estão a perder, digamos, 80% e em que lhes explico porquê que obviamente vai cair mais 50%. E eles concordam comigo e dizem assim:

– “Tem razão, mas já estou a perder 80%, quero lá saber, agora já não vale a pena vender”

Ou resistem à nova informação ou então sentem que enquanto não venderem não perdem, que enquanto não venderem existe esperança na recuperação. Pode existir essa esperança, mas será racional? Infelizmente na maioria dos casos não é.

Estou a escrever este texto porque considero que é muito melhor, incomparavelmente melhor, perder 80% do que 90%. E que é muito melhor perder 90% do que 99%.

Vejamos o que acontece na zona para lá dos -80%, em termos matemáticos:

Percentagem de subida para recuperar

Como se pode ver na tabela, uma perda de 80% é perfeitamente recuperável, basta ver o meu vídeo com 20 ações que subiram mais de 500%. Agora, uma perda de 99% … recuperar dessa já será praticamente impossível.

Daí que há que fazer distinções entre estas perdas grandes, pois não são todas iguais. Existem muitos níveis de perda grande e não se deve bloquear a informação sobre as ações na zona para lá dos -80%. Nessa zona ainda existem decisões importantes para tomar. É preciso coragem, não o nego, mas ignorar os resultados também não parece ser um caminho razoável.

Neste texto parece que fui mexer naqueles assuntos que ninguém quer saber, que ninguém quer falar. Mas, penso que é útil colocar estas ideias num texto ao qual poderei recorrer assim que houver necessidade.

César Borja

Analista de Ações Independente

Disclaimer

Os investimentos em ações contém risco. As ações podem descer e os dividendos também. O Borja on Stocks não é regulado pela CMVM e não dá conselhos de investimento personalizados. Caso necessite de conselhos de investimento personalizados e ajustados ao seu perfil de risco específico, consulte um consultor de investimentos devidamente credenciado e autorizado pela CMVM. 

Consulte o disclaimer completo do Borja on Stocks.

This Post Has 2 Comments

  1. Bem me avisou , fiquei pelos 48% na trotinet engil, é minha barreira se deixo passar os 50 começa o vale tudo ,quase ia no BCP aqui a uns anos,enfim psicologia.

Deixe uma resposta

Pesquisar

SIGA-nos

JUNTE-SE AO NOSSO Grupo NO Facebook

E-books GRÁTIS

Subscreva a nossa Newsletter

Receba todas as noticias e novidades do Borja On Stocks no seu email. 

Close Menu

Subscreva a Newsletter

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.

Receba o E-Book no seu email

Registe-se na nossa Newsletter e receba toda a informação, notícias e novidades do Borja On Stocks no seu e-mail. 

Finalidade da coleta e tratamento de dados pessoais: Gerir o registo na newsletter e enviar emails periódicos com informações e ofertas de produtos ou serviços. Legitimação: Consentimento da parte interessada. Para mais informação consulte a Política de Privacidade.